Arquivo por tag: ultravioleta

out 27

Hubble investiga o Cosmos nas fronteiras do Big Bang

Observações realizadas através Telescópio Espacial Hubble da NASA/ESA tiraram proveito do efeito proporcionado pelas lentes gravitacionais para revelar a maior amostra de galáxias mais tênues e primordiais do Universo. Algumas destas galáxias surgiram a apenas 600 milhões de anos após o Big Bang e são mais tênues do que qualquer outra galáxia já descoberta pelo …

Continue lendo »

set 26

Messier 17: Uma rosa cósmica com muitos nomes

Esta nova imagem da região rosada de formação estelar Messier 17 foi obtida pelo instrumento Wide Field Imager montado no telescópio MPG/ESO de 2,2 metros no Observatório de La Silla no Chile. Trata-se de uma das imagens mais nítidas que mostra toda a nebulosa, revelando não apenas seu tamanho integral, mas também muitos detalhes dessa …

Continue lendo »

set 20

PG 1302-102: GALEX e Hubble examinam sinais luminosos de buracos negros supermassivos em colisão

http://www.nasa.gov/sites/default/files/thumbnails/image/galex-bh-pair-crop-1041.jpg

Aprisionados pela gravidade e destinados a se fundir, dois candidatos a buracos negros supermassivos em uma galáxia distante parecem estar emaranhados em uma dança intricada. Cientistas usando dados do GALEX (Galaxy Evolution Explorer) e do Telescópio Espacial Hubble forneceram a confirmação mais convincente, até o momento, para a existência de buracos negros em processo de …

Continue lendo »

set 03

Gum 56: reciclagem cósmica na Nebulosa do Camarão

Parte da nebulosa gigante Gum 56 domina esta imagem, iluminada por estrelas jovens quentes e brilhantes que nasceram no seu interior. Durante milhões de anos formaram-se estrelas a partir do gás desta nebulosa, material que é posteriormente devolvido à maternidade estelar quando as estrelas envelhecidas expelem a sua matéria lentamente para o espaço ou mais …

Continue lendo »

ago 29

Markarian 231: Hubble descobre que o quasar mais próximo é alimentado por um buraco negro duplo

Astrônomos usando o Telescópio Espacial Hubble da NASA descobriram que Markarian 231 (Mrk 231), a galáxia mais próxima da Terra que abriga um quasar, é alimentada por dois buracos negros centrais que giram furiosamente sobre seu centro de massa. A descoberta sugere que os quasares (núcleos brilhantes de galáxias ativas) podem, de maneira relativamente comum, …

Continue lendo »

ago 02

NGC 3132: A Nebulosa do Anel do Sul revelada pelo Hubble

Estrela moribunda é responsável pela belíssima Nebulosa do Anel do Sul Foi a estrela mais tênue e não a mais brilhante perto do centro desta imagem da NGC 3132 que criou esta estranha, porém belíssima nebulosa planetária. Apelidada de Nebulosa do Anel do Sul (Southern Ring Nebula) ou também em inglês como Eight-Burst Nebula (pois lembra o número 8 explodindo), …

Continue lendo »

jul 24

GALEX revela os anéis de ultravioleta da galáxia de Andrômeda (M31)

A galáxia M31, Andrômeda, reside a ‘apenas’ 2,5 milhões de anos luz da nossa galáxia, ou seja, é a galáxia gigante (como a nossa) mais próxima. Uma vez que Andrômeda está tão perto e se espalha por 260.000 anos luz, ela consome 11 diferentes campos de visão para ser integralmente capturada pelo telescópio espacial Galaxy Evolution …

Continue lendo »

jul 15

Contabilidade cósmica revela um déficit na radiação ultravioleta no Universo

http://cdn.phys.org/newman/gfx/news/hires/2014/cosmicaccoun.jpg

Estaria errada nossa compreensão do Universo? Há enorme déficit da radiação ultravioleta no “orçamento” cósmico? A vasto espaço vazio entre as galáxias está ligado por filamentos de hidrogênio e hélio, que podem ser usados como um preciso “medidor de luz” cósmico. Em um estudo recentemente publicado na The Astrophysical Journal Letters, uma equipe de cientistas …

Continue lendo »

maio 30

A nebulosa planetária Abell 36 mostra uma visão de como Sistema Solar ficará quando o Sol morrer

http://skycenter.arizona.edu/gallery/Nebulae/Abell36

Este belo manto em torno de uma estrela moribunda, originalmente similar ao nosso Sol, forma a bela nebulosa planetária Abell 36. Esta nuvem de escombros estelares reside a 800 anos luz de distância na direção da constelação de Virgem. Abell 36 se espalha por uma área com um diâmetro de 1,5 anos luz nesta precisa visão telescópica.

Continue lendo »

maio 27

Descoberta de supernova causada por uma Wof-Rayet revela como morrem as estrelas mais brilhantes

http://i.space.com/images/i/000/039/454/original/supernova-galaxy-ugc-9379.jpg?1400692120

Há muito tempo que os astrônomos suspeitam que as estrelas mais luminosas e de maior massa explodem quando morrem. Agora, os astrônomos obtiveram a prova mais direta de que esses behemoths cósmicos morrem em uma explosão estrondosa. As pesquisas esclarecem sobre as explosões de estrelas que fornecem ao Universo a matéria prima para a construção dos planetas e, consequentemente, para suportar …

Continue lendo »

Posts mais antigos «

» Posts mais novos

error: Esse blog é protegido!