Arquivo por tag: Marco Lorenzi

jan 14

Observatórios espaciais Spitzer e Herschel combinam imagens para revelar detalhes intrigantes da Grande Nuvem de Magalhães no infravermelho

Nuvens de poeira cósmica se espalham através deste retrato no espectro do infravermelho de nossa galáxia satélite principal, a Grande Nuvem de Magalhães.

Continue lendo »

set 10

NGC 4372 e a Nebulosa do Arabesco Escuro por Marco Lorenzi

http://apod.nasa.gov/apod/ap150910.html

A charmosa Nebulosa do Arabesco Escuro vagueia nos céus meridionais como um alvo tentador para o uso de binóculos na direção da constelação da Mosca (Musca). A nuvem cósmica empoeirada é vista contra ricos campos de estrelas ao sul da Nebulosa Saco de Carvão e do Cruzeiro do Sul. Estendendo-se por cerca de três grau através desta imagem, o …

Continue lendo »

jun 17

M45: o aglomerado estelar da Plêiades sob a lente de Marco Lorenzi

http://apod.nasa.gov/apod/image/1506/m45_lorenzi_3832.jpg

Você já notou o aglomerado estelar das Plêiades? Mesmo que já tivesse observado, você provavelmente jamais o viu tão poeirento quanto aqui nesta imagem. Plêiades é talvez o mais famoso aglomerado estelar nos céus, com suas estrelas brilhantes que podem ser vistas por binóculos mesmo a partir das cidades com pouca poluição luminosa. Através de …

Continue lendo »

set 04

M6: o aglomerado estelar da Borboleta revelado por Marco Lorenzi

http://apod.nasa.gov/apod/image/1409/m6_marco_3643.jpg

Para os observadores do céu noturno o formato do aglomerado estelar aberto de estrelas M6 lembra uma borboleta. M6 (NGC 6405) tem um diâmetro de aproximadamente 20 anos luz e reside a uma distância da Terra de 2.000 anos luz. O aglomerado estelar M6, na imagem acima, pode ser melhor visto em uma noite escura através de binóculos na …

Continue lendo »

set 11

O remanescente de supernova em Vela revelado pela lente de Marco Lorenzi

O disco da Via Láctea corta este intrincado panorama espacial. A região desta magnífica imagem se situa na extremidade noroeste da constelação de Vela. Na verdade, este retrato cósmico trata-se de um mosaico formado por quatro chapas fotográficas com mais de 10 graus de extensão, centrado na estrutura filamentosa brilhante da nebulosa Remanescente de Supernova em Vela.

Continue lendo »

error: Esse blog é protegido!