Arquivo por tag: colisão

maio 16

ALMA revela um super proto-aglomerado-estelar no sistema de galáxias em colisão Arp 244 – as “Antenas”

https://public.nrao.edu/images/non-gallery/2015/c-blue/05-04-Super-Star-Cluster/Antennae_zoom_nrao.jpg

Os aglomerados globulares, aglomerações esfuziantes com até um milhão ou mais de estrelas antigas, estão entre os objetos mais velhos do Universo [1]. Apesar de abundantes tanto dentro quanto em volta das galáxias, exemplos de aglomerados recém-nascidos são extremamente raros e nunca foram detectadas as condições necessárias para produzir novos até então. Agora, astrônomos que …

Continue lendo »

jan 01

Astrônomos descobrem que a fragmentação de asteroides menores é diferente do que pensávamos

http://www.cfa.harvard.edu/sites/www.cfa.harvard.edu/files/images/news//su201452.jpg

Conhecemos centenas de milhares de asteroides que orbitam o nosso Sol a distâncias que variam desde próximas da Terra até bem além de Saturno. A coleção mais conhecida de asteroides, o “Cinturão Principal de Asteroides”, contém alguns dos maiores e mais brilhantes objetos desta classe e reside entre as órbitas de Marte e de Júpiter. …

Continue lendo »

set 28

ALMA explica porque que as galáxias como a nossa Via Láctea são tão comuns no Universo

http://www.eso.org/public/images/eso1429a/

Durante décadas os cientistas acreditaram que da fusão de galáxias resultavam geralmente em galáxias elípticas. Agora, pela primeira vez, os pesquisadores, com o auxílio do complexo de radiotelescópios ALMA e um conjunto de outros radiotelescópios, descobriram evidências diretas de que as galáxias em fusão podem também dar origem a galáxias de disco e que este …

Continue lendo »

jul 07

NGC 4651: galáxia do guarda-chuva revela dramáticas interações cósmicas

http://apod.nasa.gov/apod/image/1407/lrg_gabany-subaru_ngc4651.jpg

A galáxia espiral NGC 4651 reside a 62 milhões de anos luz na direção da constelação boreal de Coma Berenices. Com tamanho similar a nossa galáxia Via Láctea, este ‘universo-ilha’ pode ser observado com uma estrutura em forma de guarda-chuva cósmico que se estende (à esquerda da imagem) por 100.000 anos luz além do luminoso disco …

Continue lendo »

jun 13

Por que o lado oculto da Lua difere tanto do lado visível?

Os astrônomos julgam aparência peculiar do lado visível da Lua (comumente apelidado de “a face lunar” ou “o homem na lua”) surgiu quando asteroides atingiram o lado da Lua voltado para a Terra, criando grandes “mares” (marias) planos de basalto que vemos como áreas escuras. Paradoxalmente, praticamente não existem “mares” no lado oculto da Lua. …

Continue lendo »

maio 15

Um choque de galáxias intensifica a formação estelar?

http://www.ras.org.uk/images/stories/press/Renaud%20galaxy%20simulation.jpg

Usando o “estado da arte” em simulações computacionais, uma equipe de astrofísicos franceses elucidou, de forma inédita, um mistério que há muito intrigava os astrônomos: porque surtos de formação estelar, os famosos “starbursts”, acontecem quando as galáxias entram em choque? As estrelas usualmente nascem quando o gás e poeira cósmica dissolvido nas nuvens galácticas se …

Continue lendo »

abr 12

Entendendo o Bombardeio Pesado Tardio: cientistas encontraram a maior cratera de impacto da Terra já descoberta

O Barberton greenstone belt (cinturão de rochas verdes de Barbeton) é considerado uma das regiões mais antigas da crosta continental do planeta. Com cerca de 100 quilômetros de extensão e 60 quilômetros de largura, este cinturão se localiza na África do Sul a leste de Joanesburgo e não muito longe da fronteira com a Suazilândia, …

Continue lendo »

abr 07

ESO revela detalhes da galáxia assassina NGC 1316

Esta imagem capturada pelo telescópio MPG/ESO de 2,2 metros situado no Observatório de La Silla do ESO, mostra duas galáxias muito contrastantes: NGC 1316 e a sua companheira menor NGC 1317 (à direita). Estas duas galáxias encontram-se muito próximas uma da outra, mas têm histórias muito distintas. A pequena galáxia espiral NGC 1317 tem tido …

Continue lendo »

maio 22

Choque de gálaxias: simulação versus realidade

O que acontece quando duas galáxias colidem entre si? Embora este processo interativo possa levar bilhões de anos, tais encontros titânicos são relativamente comuns. Uma vez que as galáxias, basicamente, são constituídas de espaço vazio, as colisões entre suas estrelas são praticamente inexistentes. No entanto, a gravidade inerente a cada galáxia acabará por distorcê-las ou até destruir uma …

Continue lendo »

ago 24

ESO: Os Olhos cósmicos no aglomerado de Virgem revelam uma turbulenta colisão entre três galáxias

O “Very Large Telescope” (VLT) do Observatório Europeu do Sul (ESO) capturou uma extraordinária imagem da dupla de galáxias belas e incomuns, conhecidas como “Os Olhos”. A maior delas, a NGC 4438, já foi no passado distante uma galáxia espiral, no entanto, seu formato hoje é irregular. NGC 4438 sofreu deformações severas, provocadas por colisões …

Continue lendo »

Posts mais antigos «

» Posts mais novos

error: Esse blog é protegido!