Arquivo por tag: carbono

jun 17

À procura de exoplanetas de carbono, fósseis do Universo primordial

A vida primordial no Universo pode ter se formado em exoplanetas de carbono A primeira geração de estrelas no Universo começou a brilhar em uma era onde elementos químicos tais como o carbono e o oxigênio não estavam disponíveis. No entanto, foram as explosões dessas primeiras estrelas como supernovas que deram início ao processo de …

Continue lendo »

fev 10

Exoplanetas tipo Terra têm interiores similares ao da Terra?

Passamos da descoberta da presença de exoplanetas para o passo seguinte do estudo suas atmosferas através da análise dos espectros produzidos quando um exoplaneta transita em frente da sua estrela. Contudo, ainda estamos nos estágios iniciais de deduzir padrões climáticos em alguns mundos distantes. Agora, nós estamos começando a sondar o interior dos exoplanetas para …

Continue lendo »

abr 15

ESO: choque de cometa pode explicar aglomerado misterioso de gás em Beta Pictoris

http://www.eso.org/public/images/eso1408a/

O ALMA revela uma enigmática aglomeração de gás no disco de detritos que rodeia Beta Pictoris Astrônomos anunciaram hoje a descoberta de um caroço inesperado de monóxido de carbono gasoso no disco de poeira que circunda a estrela Beta Pictoris. A descoberta, feita com observações obtidas pelo Atacama Large Millimeter/submillimeter Array (ALMA), no Chile, é …

Continue lendo »

dez 10

WASP12b: um exoplaneta de grafite e diamante intriga cientistas

Embora grande parte dos mais de 500 exoplanetas, descobertos até hoje, sejam demasiado quentes para serem habitáveis, a probabilidade de descobrirmos um exoplaneta pequeno e frio o bastante sustentar a vida deverá aumentar à medida que a tecnologia melhora, nos próximos anos. Telescópios maiores e melhores deverão ajudar os astrônomos a decompor as atmosferas de …

Continue lendo »

ago 17

Como funciona a alquimia das estrelas? A nucleossíntese dos elementos químicos no Universo

A fabulosa produção de elementos químicos mais pesados em explosões de supernova é algo que hoje em dia não mais nos surpreende. Mas, exatamente, onde e quando a nucleossíntese se processa? Isto ainda não está plenamente claro para nós. Além disso, as tentativas de modelar por computador os cenários de colapso de núcleo das estrelas …

Continue lendo »

jul 27

Sptizer revela complexas moléculas de Fulereno (composto cristalino de carbono) no espaço

Um grupo de astrônomos descobriu no espaço a assinatura da presença  dos fulerenos pela primeira vez, usando o Telescópio Espacial Spitzer da NASA. Estas curiosas moléculas têm uma estrutura parecida com o formato de uma bola de futebol. Os fulerenos foram descobertos há 25 anos atrás em laboratórios e são a terceira forma mais estável …

Continue lendo »

dez 29

Podem os planetas similares a Terra estarem repletos de carbono?

Podem os planetas extrasolares serem globos de grafite e diamante? A astronomia é a ciência do exótico, no entanto, o que os astrônomos mais desejam encontrar é apenas o que nos é familiar: outro planeta como a Terra, um rosto hospitaleiro em um Cosmos altamente hostil. O observatório espacial Kepler, que foi lançado em março …

Continue lendo »

set 01

Hubble mostra evidências de um aglomerado de raríssimas anãs brancas de Hélio, cinzas de minúsculas estrelas que morreram prematuramente

Como este antigo aglomerado de estrelas evoluiu? Vinte e quatro objetos estelares incomuns, cinzas de estrelas consumidas, 18 das quais recentemente descobertas, foram observadas pelo Telescópio Espacial Hubble. Estas estrelas são anãs brancas, o destino comum de uma estrela morta, mas estas são raras porque são compostas principalmente de Hélio-4 em vez das ‘anãs brancas …

Continue lendo »

dez 13

Vapor d’água detectado em exoplaneta

Os cientistas encontraram claras evidências de que existe vapor d’água na atmosfera de planetas quentes gigantes orbitando outras estrelas.

Estes grandes exoplanetas gasosos têm massas similares ou maiores que a de Júpiter (o qual tem aproximadamente 317,8 vezes a massa da Terra). Muitos deles orbitam muito próximos de suas estrelas-mãe, assim eles são abrasadoramente quentes.

error: Esse blog é protegido!