Arquivo por tag: berçário estelar

dez 13

Sharpless 29: a maternidade estelar que salta à vista

A câmera OmegaCAM montada no Telescópio de Rastreamento do VLT do ESO capturou esta imagem resplandecente da maternidade estelar Sharpless 29. Podemos ver muitos fenômenos astronômicos na imagem, incluindo poeira cósmica e nuvens de gás que refletem, absorvem e reemitem a luz de estrelas quentes jovens situadas na nebulosa.

Continue lendo »

mar 27

SH2-155: a Nebulosa da Caverna por Eric Coles e Mel Helm

Essa paisagem celeste caracteriza a poeirenta região de emissão catalogada como Sh2-155 no catálogo de Sharpless, conhecida popularmente como a “Nebulosa da Caverna”. Nessa imagem telescópica, capturada por Eric Coles e Mel Helm, utilizando filtros de faixa estreita, vislumbramos ao brilho avermelhado emanado pelos átimos de hidrogênio ionizado. A “Nebulosa da Caverna” reside a cerca de 2.400 anos luz, ao longo …

Continue lendo »

mar 13

Poeiras, gases e estelas na Nebulosa de Órion por Jesús M.Vargas e Maritxu Poyal

A Grande Nebulosa de Órion, uma imensa região de formação estelar próxima, é provavelmente a mais famosa das nebulosas astronômicas. Na imagem em destaque, filamentos de poeira escura e gás brilhante envolvem estrelas jovens quentes e massivas na fronteira dessa gigantesca nuvem molecular interestelar situada a ‘apenas’ 1.500 anos luz. Aqui, parte do centro da nebulosa é revelada nessa detalhada imagem, …

Continue lendo »

jan 28

N159 e a Nebulosa de Papillon na Grande Nuvem de Magalhães

Com cerca de 150 anos luz de diâmetro, este turbilhão cósmico de gás e poeira não está tão longe de nós. Essa ‘pintura cósmica’ reside ao sul da Nebulosa da Tarântula dentro da nossa galáxia satélite Grande Nuvem de Magalhães a cerca de 180.000 anos luz de distância.

Continue lendo »

jan 19

NGC 1333, vdB12 e vdB13: um triângulo de nuvens moleculares por Lorand Fenyes

Nuvens de poeira de estrelas navegam através dessa paisagem cósmica. Essa cena espacial cobre uma área de quase 2 graus nos céus, através da nuvem molecular de Perseus que reside a cerca de 850 anos luz da Terra. Esse triângulo de nebulosas poeirentas, que reflete a luz das estrelas lá embutidas, foi capturado nesse campo de …

Continue lendo »

nov 29

Westerhout 5: dentro da ‘Alma’ da formação estelar por José Jiménez Priego (Astromet)

Onde é que as estrelas se formam? Na maioria das vezes as estrelas se formam em regiões energéticas onde gás e poeira cósmica escura são atraídos em um processo de caótica mutilação. Essa astrofotografia de José Jiménez Priego (Astromet) revela estrelas massivas brilhantes, perto do centro de W5, a Nebulosa da Alma (também catalogada como: Westerhout 5, …

Continue lendo »

nov 19

IC 5070: um ‘poeirento’ Pelicano em Cygnus por Steve Richards (Chanctonbury Observatory)

O perfil reconhecível da Nebulosa do Pelicano reside a quase 2.000 anos luz na direção da constelação de Cygnus (O Cisne).

Continue lendo »

nov 12

NGC 7822: estrelas jovens esculpem pilares de gases e poeira cósmica em Cepheus capturados por Steve Cannistra (StarryWonders)

Jovens e quentes estrelas juntamente com pilares cósmicos de gás e poeira se agrupam na NGC 7822. Residindo na fronteira de uma nuvem molecular gigante na direção da constelação de Cepheus, essa brilhante região de formação estelar se localiza a 3.000 anos luz da Terra. Dentro da nebulosa, bordas brilhantes e formatos escuros se destacam nessa colorida paisagem celeste.

Continue lendo »

nov 09

NGC 3603: um notável aglomerado próximo com surto explosivo de formação estelar

Situado a ‘apenas’ 20.000 anos luz do nosso Sol, o aglomerado estelar NGC 3603 reside no braço espiral próximo de Carina, em nossa Galáxia Via Láctea. NGC 3603 é bem conhecido dos astrônomos como uma das maiores regiões de formação estelar em nossa galáxia. O aglomerado estelar aberto central contém milhares de estrelas mais massivas que o nosso Sol, …

Continue lendo »

nov 04

A poeirenta galáxia NGC 253 por Dietmar Hager e Eric Benson

A luminosa NGC 253 é uma das mais brilhantes galáxias espirais visíveis no céu com auxílio de instrumentos, mas também é uma das mais “sujas de poeira”. Essa galáxia é conhecida popularmente como “Galáxia do Dólar de Prata” (Silver Dollar Galaxy), devido a sua aparência na visão de pequenos telescópios ou também como a “Galáxia do …

Continue lendo »

Posts mais antigos «

error: Esse blog é protegido!