«

»

fev 15

M31: Novas medidas apontam que a galáxia de Andrômeda tem aproximadamente a mesma massa que a nossa Via Láctea

https://s3-ap-southeast-2.amazonaws.com/icrar.org/wp-content/uploads/2018/02/13132629/Image-1.jpg

A Via Láctea e a Galáxia de Andrômeda antes da fusão. Crédito: ICRAR

Os astrônomos descobriram que a nossa grande galáxia vizinha próxima, a Galáxia de Andrômeda (M31), tem aproximadamente a massa da Via Láctea.

Pensava-se que Andrômeda tinha duas a três vezes a massa da Via Láctea, e que a nossa própria Galáxia seria, eventualmente, engolida pela nossa vizinha maior no futuro. Contudo, uma investigação mais recente iguala as dimensões das duas galáxias.

Os cientistas calcularam que a massa de M31 equivale a 800 bilhões de vezes a massa do Sol e está em paridade com a massa da nossa Via Láctea. Dr. Prajwal Kafle, astrofísico do ICRAR (International Centre for Radio Astronomy Research) da universidade da Austrália Ocidental, explicou que o estudo usou uma nova técnica para medir a velocidade de escape de uma galáxia. Ele declarou:

Se uma espaçonave é lançada no espaço, ela tem que ser ‘atirada’ com uma velocidade de 11 km/s para superar a atração gravitacional da Terra. A nossa Via Láctea é cerca de um bilhão de vezes mais massiva do que o nosso minúsculo planeta Terra e para escapar à sua atração gravitacional objetos deveriam que ser lançados com uma velocidade de 550 km/s. Nós usamos esse conceito para estimar a massa de Andrômeda.

Andromeda and the Milky Way Collide! from ICRAR on Vimeo.

O Dr. Kafle disse que a pesquisa sugere que os cientistas superestimaram anteriormente a quantidade de matéria escura presente na Galáxia de Andrômeda. Ele explicou:

Ao examinar as órbitas de estrelas de alta velocidade, nós descobrimos que esta galáxia (M31) tem muito menos matéria escura do que se pensava anteriormente, apenas um-terço do calculado em observações prévias.

A Via Láctea e a Galáxia de Andrômeda são duas galáxias espirais gigantes no nosso Universo local e a luz leva cosmologicamente ‘apenas’ dois milhões de anos para viajar de uma à outra.

Agora que Andrômeda não é mais considerada a ‘grande irmã’ da Via Láctea, são necessárias novas simulações para descobrir o que acontecerá quando as duas galáxias eventualmente colidirem.

https://s3-ap-southeast-2.amazonaws.com/icrar.org/wp-content/uploads/2018/02/13132633/Image-3.jpg

A Via Láctea e a Galáxia de Andrômeda durante a fusão (ampliação). Crédito: ICRAR

O Dr. Kafle usou uma técnica semelhante para reavaliar [para baixo] a massa da Via Láctea em 2014 e disse que essa última descoberta teve grandes implicações para a nossa compreensão dos nossos vizinhos galácticos.

Dr. Kafle destacou:

Isso transforma completamente a nossa compreensão do Grupo Local. Pensávamos que havia essa grande galáxia (M31) e que a nossa própria Via Láctea era ligeiramente menor, mas esse cenário agora mudou completamente. É realmente emocionante termos sido capazes de encontrar um novo método e de uma hora para outra, 50 anos de compreensão coletiva do Grupo Local foram colocados de ‘cabeça para baixo’.

O professor Geraint Lewis, astrofísico da Universidade de Sydney, disse que é excitante viver em uma época em que os dados estão ficando tão apurados e observou:

Podemos finalmente dar por encerrada esta competição gravitacional.

Fonte

ICRAR: Milky Way Ties with Neighbouir in Galactic Arms Race

._._.

 

1801.03949 – The Need for Speed – Escape velocity and dynamical mass measurements of the Andromeda galaxy

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Esse blog é protegido!