«

»

nov 28

Arp 240: Hubble captura uma ponte entre duas galáxias espirais em processo de fusão

Por que há uma ponte de matéria entre essas duas galáxias espirais?

http://apod.nasa.gov/apod/image/1611/Arp240_HubbleKotsiopulos_1618.jpg

Arp 240: uma ponte entre as galáxias espirais NGC 5257 e NGC 5258 mostram que estão em processo de fusão. Crédito da imagem: NASA, ESA, Hubble Space Telescope; processamento © por Chris Kotsiopoulos

Essa ‘ponte cósmica’ fornece fortes evidências que esses dois imensos sistemas estelares passaram próximos entre si e experimentaram violentas forças de maré induzidas pela gravidade mútua.

A dupla de galáxias espirais está catalogada como Arp 240 e individualmente como NGC 5257 e NGC 5258. Simulações computacionais e as idades estimadas dos aglomerados estelares indicam que o par de galáxias realizou o primeiro encontro há cerca de 250 milhões de anos.

As marés gravitacionais não apenas expulsaram parte da matéria para fora das galáxias, mas também comprimiram o gás e causaram a formação de novas estrelas em ambas as galáxias e inclusive nessa ponte de ligação incomum.

Os processos de fusão entre galáxias são eventos relativamente comuns e Arp 240 representa um flagrante de um breve estágio dessa evolução inevitável.

O par de galáxias Arp 240 reside a 300 milhões de anos luz e pode ser observado através de telescópios de menor porte na direção da constelação de Virgem (Virgo).

As repetidas passagens mútuas deverão ultimamente resultar em uma fusão e no surgimento de uma única e colossal galáxia combinada.

Fonte

APOD: Arp 240: A Bridge between Spiral Galaxies from Hubble – Crédito da imagem: NASAESAHubble Space Telescope; processamento © por Chris Kotsiopoulos

._._.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Esse blog é protegido!