«

»

mar 21

Halo lunar e paraselenae no Alasca por Sebastian Saarloos

O que está acontecendo nos céus do Alasca?

http://apod.nasa.gov/apod/image/1603/moondog_saarloos_1600.jpg

Halo lunar e paraselenae no Alasca por Sebastian Saarloos

A luz da Lua ilumina esta paisagem coberta de neve nessa bucólica cena noturna capturada em janeiro de 2013 pelo astrofotógrafo Sebastian Saarloos em Lower Miller Creek, AlascaEUA.

A Lua no quarto crescente aparece superexposta no horizonte a oeste, envolvida por um halo e acompanhada à direita e à esquerda pelo fenômeno ótico denominado paraselenae, no plural (em inglês: moondog ou mock moon).

Trata-se de um fenômeno análogo ao observado no Sol chamado parhelion.

O paraselene (no singular) é produzido pela luz lunar refratada através de finos cristais hexagonais de gelo.

Como determinado pela geometria dos cristais, os paraselenae são visíveis em um ângulo de 22 graus ou mais a partir da Lua.

Comparados com o brilhante disco lunar, os paraselenae são tênues e mais fáceis de serem localizados quando a Lua está baixa, ou seja, próxima do horizonte.

Fonte

APOD: Alaskan Moondogs – crédito da imagem©: Sebastian Saarloos

._._.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Esse blog é protegido!