«

»

out 24

Uma Rosa sobre o Sol por Alan Friedman

http://apod.nasa.gov/apod/image/1502/SunRose_bbso_1152.jpg

Flor Rosa no Sol – crédito da imagem©: Big Bear Solar Obs., NJIT, Alan Friedman (Averted Imagination)

Quando o nosso Sol pode se parecer com uma flor? Em uma específica cor da luz vermelha emitida pelo elemento hidrogênio, como mostrado na imagem em destaque, algumas regiões da cromosfera solar podem lembrar uma rosa.

A imagem do Observatório Solar ‘Big Bear’, processada em cores invertidas por Alan Friedman, foi capturada em outubro de 2014, revelando detalhes da região solar ativa 2177.

De fato, as pétalas que dominam o quadro são tubos de plasma aquecido magneticamente confinados, chamados de fibrilas (fibrils), alguns desses tubos se estendem por um trecho maior do que o diâmetro da nossa Terra. Na região central muitas dessas fibrilas são vistas com o final voltado para o observador, enquanto as regiões circundantes estão tipicamente habitadas por fibrilas encurvadas.

Quando vistos sobre a borda do Sol, esses gigantescos tubos de plasma são chamados de espículas solares [1] e quando ocorrem em regiões passivas, são denominados de mosqueados (mottles).

A região ativa 2177 sobreviveu durante vários dias até que o complexo e tumultuado campo magnético, navegando através da superfície solar, se inverteu novamente.

Nota

[1] Leia: Jatos dinâmicos de gás no Sol? O que são as espículas solares?

Fonte

APOD: Fibrils Flower on the Sun – crédito da imagem©: Big Bear Solar Obs.NJITAlan Friedman (Averted Imagination)

._._.

1 menção

  1. Arno Rottal revela a Nebulosa Roseta através dos filtros de Hidrogênio e Oxigênio » O Universo - Eternos Aprendizes

    […] Nebulosa Roseta (Caldwell 49) não é a única nuvem cósmica de gás e poeira que evoca imagens de flores, no entanto, é a mais famosa de […]

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Esse blog é protegido!