«

»

out 17

A brilhante M81 por Ken Crawford

http://apod.nasa.gov/apod/image/1510/M81crawford2048_fh.jpg

M81 por Ken Crawford (filtros: LRGB + Ha)

A grande e belíssima M81 (Galáxia de Bode ou NGC 3031, ou ainda Messier 81) é uma das galáxias mais brilhantes nos céus. Essa galáxia é similar em tamanho a nossa galáxia Via Láctea.

Essa galáxia espiral pode ser encontrada no hemisfério norte na direção da constelação da Ursa Maior.

Essa imagem soberbamente detalhada revela o brilhante núcleo amarelado da M81, seus braços espirais azuis, as regiões de formação estelar em tons de rosa, além das arrebatadoras faixas de poeira cósmica em escalas comparáveis com as da nossa Via Láctea.

Sugerindo um passado tumultuado, uma notável faixa de poeira atravessa em linha reta o disco galáctico, à esquerda do bojo central, de forma discrepante com relação das demais características espirais proeminentes da M81.

Essa pista de poeira errante pode ser o resultado persistente de um próximo encontro entre a M81 e sua galáxia companheira menor M82.

O exame das estrelas variáveis ​​em M81 rendeu uma precisa determinação das distâncias: 11,8 milhões de anos-luz. A galáxia companheira anã de M81 Holmberg IX pode ser vista logo acima da grande grande espiral.

M81 foi a primeira das quatro descobertas originais de Johann Elert Bode, que descobriu na mesma ocasião Messier 82 em 31 de dezembro de 1774. Bode descreveu-a como uma “mancha nebulosa”, cerca de 0,75 graus de distância aparente de M82. Incluiu como o seu décimo sétimo objeto de sua lista. O astrônomo francês Pierre Méchain redescobriu independentemente ambas as galáxias em agosto de 1779, sendo catalogado pelo seu colega de observatório, Charles Messier, em 9 de fevereiro de 1781.

Fonte

APOD: Bright Spiral Galaxy M81 – crédito da imagem©: Ken Crawford (Rancho Del Sol Observatory)

._._.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Esse blog é protegido!