«

»

out 13

A Nebulosa Tromba do Elefante em IC 1396 por Canonne, Bernhard, Chaplain e Bourgon

http://apod.nasa.gov/apod/image/1510/ElephantTrunk_Canonne_4088.jpg

A Nebulosa Tromba do Elefante dentro do complexo IC 1396 – crédito da imagem ©: J.C. Canonne, P. Bernhard, D. Chaplain & L. Bourgon

Como uma ilustração galáctica de uma ‘Just So Story’, a Nebulosa Tromba do Elefante se retorce através da nebulosa de emissão e aglomerado estrelar jovem que constituem o complexo IC 1396, na direção da constelação de Cepheus.

Obviamente, essa tromba de elefante cósmica é gigantesca, medindo cerca de 20 anos luz de comprimento. Esta composição de imagens foi registrada através do uso de filtros de banda estreita que capturam a luz emanada pelos átomos de hidrogênio ionizado, enxofre e oxigênio da região.

O quadro resultante destaca os brilhantes sulcos varridos que delineiam bolsões de poeira fria interestelar e nuvens de gás. Estas engastadas e escuras nuvens em formato de gavinha contêm matéria prima necessária para a formação estelar e escondem as protoestrelas dentro da obscura poeira cósmica.

O relativamente esmaecido complexo IC 1396 reside a 3.000 anos luz de distância, cobrindo uma larga região dos céus, abarcando mais de 5 graus, retratado na imagem abaixo.

http://apod.nasa.gov/apod/image/0509/IC1396_demartin_f.jpg

O complexo IC 1396 em Cepheus – Créditos: Digitized Sky Survey, ESA/ESO/NASA FITS Liberator / Composição em cores por Davide De Martin (Skyfactory)

Fontes

APOD:

._._.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Esse blog é protegido!