«

»

ago 03

Raríssima aurora: um arco de prótons sobre o Lago Superior por Ken Williams

http://apod.nasa.gov/apod/ap150803.html

Um arco de prótons no Lago Superior – Crédito da Imagem©: Ken Williams

Os arranjos foram preparados e tudo o que Ken Williams precisava era uma aurora. Em 28 de agosto de 2014 a SpaceWeather.com anunciava as previsões de que uma bela noite seria iluminada por verdes auroras.

Assim, o astrofotógrafo Ken Williams rumou para o seu lugar secreto, depois de dirigir por cinco horas através estrada rural da Península Superior de Michigan.

O que Ken Williams não sabia é sobre a sua sorte naquela noite. Enquanto se preparava para capturar imagens um arco de prótons, um tipo raro de aurora, apareceu nos céus. O arco avermelhado durou apenas 15 minutos, mas isso foi o suficiente para que Ken Williams o capturasse em uma exposição de 30 segundos.

Como o próprio nome indica, os arcos de prótons são causados não por elétrons mas sim pelos mais massivos prótons que bombardeiam a atmosfera terrestres em consequência de eventos energéticos no nosso Sol.

Na imagem em destaque, as luzes amarelas no horizonte correspondem a iluminação da cidade de MarquetteMichiganEUA.

As rochas azuis e amarelas no Lago Superior no plano frontal da imagem foram iluminadas por uma lanterna de LED.

Ken Williams também capturou nessa imagem a banda central da nossa galáxia Via Láctea, à esquerda do arco de prótons.

Fontes

APOD: A Proton Arc Over Lake Superior – Credito da Imagem©: Ken Williams

Great Waters Photography.com

Artigo Científico

The link between a detached subauroral proton arc and a plamaspheric plume

._._.

The-link-between-a-detached-subauroral-proton-arc-and-a-plamaspheric-plume

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Esse blog é protegido!