«

»

jun 28

Panorama detalhado do ninho das rochas em Marte pela Curiosity

gigamars_curiosity_4181

Aqui está uma bela paisagem de Marte, dê uma olhada em volta clicando na imagem para a versão de alta resolução…

Mais especificamente, esta foi uma das áreas escolhidas com a perspectiva de conter pistas sobre a antiga e possível habitabilidade de Marte.

Para melhor buscar por áreas sugestivas a investigar o veículo robô Curiosity capturou uma longa séria de imagens detalhadas de uma localidade marciana chamada de Rock Nest (“ninho das rochas”).

Mais de 900 imagens foram combinadas neste panorama de alta resolução, um dos painéis de maior detalhe já criado com cenas do Planeta Vermelho. Esta composição contem mais de 1 bilhão de pixels.

Na imagem acima, na parte central deste mosaico, está o Monte Sharp, o pico central da enorme cratera onde o robô Curiosity rover pousou e está atualmente a explorar, a cratera Gale (veja abaixo).

Mapa topográfico colorizado e com insersão de sombras  da cratera Gale em Marte, baseado em dados capturados pela  camera HRSC da MRO. A área onde a Curiosity pousou está indicada na região noroeste da cratera. Crédito: NASA

Mapa topográfico colorizado e com insersão de sombras da cratera Gale em Marte, baseado em dados capturados pela camera HRSC da sonda robótica MRO (Mars Reconnaissance Orbiter). A área onde a Curiosity pousou está indicada na região noroeste da cratera. Crédito: NASA

Uma visão em zoom alternativo desta paisagem pode ser vista aqui.

Nos próximos anos, está planejado que o Curiosity se dirija para explorar o pico do antigo Monte Sharp, enquanto procura por marcas especificas geológicas e evidências químicas da presença de vida por lá.

Fonte

APOD: Rock Nest Panorama from Curiosity on Mars  – Créditos: NASAJPL-CaltechMSSS, Mastcam

1 menção

  1. Dados meteorológicos do Curiosity sugerem a existência de salmouras em Marte » O Universo - Eternos Aprendizes

    […] Marte, as condições meteorológicas e do seu solo medidas pelo rover Curiosity, em conjunto com um tipo de sal encontrado à superfície, podem sugerir a existência de salmouras […]

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Esse blog é protegido!