«

»

nov 04

Missão EPOXI libera imagens do flyby pelo cometa Hartley 2

 

Este mosaico mostra o cometa Hartley 2 à medida que a sonda da missão EPOXI se aproximava e passava por baixo do núcleo. A seqüência cronológica das imagens está no sentido dos ponteiros do relógio. Crédito: NASA/JPL-Caltech/UMD

A sonda da NASA, Deep Impact, em sua missão EPOXI, deu um rasante pelo cometa Hartley 2 com sucesso no dia 04 de novembro de 2010, 07 a.m. PDT (10 a.m. EDT). Os cientistas alegam que as imagens iniciais do “flyby” fornecem novas informações sobre o volume do cometa e o material expelido a partir da sua superfície.

“Observações iniciais do cometa mostram que, pela primeira vez, somos capazes de relacionar a atividade com características individuais no núcleo,” afirmou Michael A’Hearn, pesquisador principal da missão EPOXI, da Universidade de Maryland, EUA. “Estamos certamente de mãos cheias. As imagens estão repletas de informações sobre o cometa, precisamente o que esperávamos.”

 

Animação das imagens anteriores, da passagem pelo cometa Hartley 2. Crédito: NASA/JPL-Caltech/UMD

A EPOXI é uma extensão da missão sonda Deep Impact. A sua fase de encontro com o Hartley 2 começou em 01 p.m. PDT (04 p.m. EDT), no dia 03 de novembro, quando a sonda começou a apontar as suas duas câmeras na direção do núcleo do cometa. Uma hora depois teve início a captura fotográfica.

“A sonda forneceu as melhores observações de um cometa até agora,” afirmou Ed Weiler, administrador associado do Science Mission Directorate da NASA em sua sede administrativa em Washington. “Os cientistas e engenheiros conseguiram o feito de obter com sucesso dados científicos de uma sonda readaptada a uma fração do custo de um novo projeto científico.”

As imagens da missão EPOXI revelam que o cometa Hartley 2 é 100 vezes menor em volume que o cometa Tempel 1, o primeiro alvo da sonda Deep Impact. Esperam-se mais revelações do Hartley 2 à medida que a análise dos dados prossegue.

As estimativas iniciais indicam que a sonda estava a uma distância de aproximadamente 700 km do cometa quando da sua maior aproximação. É praticamente a distância exata calculada pelos engenheiros antes do “flyby”.

“É prova da capacidade da nossa equipe termos acertado na distância correta durante a passagem por um cometa que se move velozmente pelo céu,” afirmou Tim Larson, gestor do projeto EPOXI no JPL da NASA em Pasadena, Califórnia, EUA. “Embora seja muito bom ver a chegada das imagens, ainda há muito trabalho pela frente. Temos ainda outras três semanas de captura fotográfica durante a nossa viagem de despedida.”

 

Espaçonave EPOXI

O nome EPOXI é uma combinação dos nomes dos dois componentes da missão prolongada: a EPOCh (Extrasolar Planet Observations and Characterization), e a passagem pelo cometa Hartley 2, chamada DIXI (Deep Impact Extended Investigation). A sonda robótica permanece com o nome original “Deep Impact”. Em 2005, esta espaçonave deu um rasante com sucesso pelo cometa Tempel 1.

Para saber mais sobre a missão EPOXI, visite: http://www.nasa.gov/epoxi.

Veja a galeria de fotos: http://www.nasa.gov/mission_pages/epoxi/gallery-index.html

Fonte

  1. NASA: NASA EPOXI Flyby Reveals New Insights Into Comet Features

Links

  1. Cosmos: NASA spacecraft yields rare comet images
  2. Universe Today: First Close Images of Hartley 2: It’s a Peanut with Jets
  3. Astronomy.com: Deep Impact Flyby spacecraft images Comet 103P/Hartley
  4. WIRED Science: New Super Close-Up Images From Comet Flyby

._._.

2 comentários

  1. Ildefonso

    Interessante o formato, alguns especialistas estão sugerindo, e aí não saberia dizer como, que o cometa é formado por dois corpos unidos na parte “lisa” central. Uma outra observação, como a tecnologia avançou nesses últimos anos, se compararmos as imagens do “rasante” dado pela EPOXI no cometa Hartley 2 com o sobrevoo da Giotto no cometa Halley, em 1986. Se bem que volume de material sendo volatizado pelo Halley ser bem maior que o do Hartley.
    Se permitir, tem uma animção do Halley aqui:

  2. Mirian Martin

    Sensacionais as fotos. Eu vi a hora em que conseguiram as imagens nítidas. Muito legal.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Esse blog é protegido!