«

»

out 19

A Terra se oxigenou 270 milhões de anos antes do que se pensava?

Fósseis de estromatólitos primitivos cônicos encontrados na região de Pilbara, oeste da Austrália indicam que a Terra se oxigenou 270 milhões antes do que se sabia.

Os estromatólitos modernos estudados na baía do Tubarões (Shark Bay), no oeste da Austrália

Um novo estudo que analisou antigas formações rochosas no oeste da Austrália sugere que as bactérias produtoras de oxigênio podem ter evoluído de centenas de milhões de anos mais cedo do que se pensava.

Fósseis bem conservados de estromatólitos descobertos na Formação de Tumbiana, na região de Pilbara, foram datados com a idade de 2,72 bilhões de anos. Tal representa uma idade de mais de 270 milhões de anos anterior a mais antiga evidência de fotossíntese aeróbica previamente conhecida, disse o estudante de doutorado em Universidade de Nova Gales do Sul, David Flannery, em um simpósio realizado em Perth.

Os estromatólitos modernos estudados na baía do Tubarões (Shark Bay), no oeste da Austrália

Fósseis de estromatólitos primitivos cônicos encontrados na região de Pilbara, oeste da Austrália indicam que a Terra se oxigenou 270 milhões antes do que se sabia.

David Flannery e os pesquisadores do Centro Australiano de Astrobiologia (ACA), da Universidade de Nova Gales do Sul e da Universidade de Macquarie, apresentaram seus resultados no Quinto Simpósio Internacional Arqueano, detalhando os resultados no artigo “Does the Neoarchaean Fortescue group record the earliest evidence for oxygenic photosynthesis?” (“O registro do grupo Fortescue Neoarqueano é a evidência mais antiga da fotossíntese aeróbica?”).

O Grande Evento de Oxigenação

Os cientistas lembram que a maioria dos cientistas concorda que a atmosfera da Terra se tornou oxigenada (e assim se tornou habitável para outras formas de vida) durante um período conhecido como o ‘grande evento de oxidação’, que ocorreu entre 2,45 e 2,32 bilhões anos atrás. Acredita-se que as algas azul-verdes, ciano bactérias, foram os primeiros organismos a fazê-lo. Estes seres viviam em colônias que deixaram como legado os fósseis de estromatólitos.

No entanto, a época em que evoluíram os primeiros organismos que produziam o oxigênio e quanto tempo levou o processo de oxigenação da atmosfera não haviam sido determinadas com certeza. As novas descobertas podem sugerir agora que não só o processo se iniciou mais cedo, mas também foi mais extenso e mais gradual do que se pensava anteriormente, conforme explicou o co-autor do artigo, o Professor Malcolm Walter, diretor da ACA.

“A história anterior que relata o ‘grande evento de oxidação’, não parece tão clara agora, depois de tudo”, disse o professor Walter. “A idéia de que a atmosfera da Terra se tornou oxigenada de repente há cerca de 2,45 bilhões anos agora parece bem mais simples.”

O professor Malcolm Walter adverte que este novo estudo ainda está em seus estágios iniciais, apoiando-se em estruturas da rocha fossilizada e evidências químicas, ao invés das estruturas celulares definitivas: “Ainda é cedo e nós achamos que não constitui prova inquestionável, mas os estromatólitos fósseis estudados são estruturas bem  distintas, idênticas aos estromatólitos vivos que estamos estudando em Shark Bay, Austrália Ocidental. Nós estamos confiantes sobre o que encontramos.”

Fonte

UNSW: Oxygen production may have begun 270 million years earlier

1 menção

  1. Tweets that mention A Terra se oxigenou 270 milhões de anos antes do que se pensava? « Eternos Aprendizes -- Topsy.com

    […] This post was mentioned on Twitter by Twi Sci, Estefferson Torres. Estefferson Torres said: A Terra se oxigenou 270 milhões de anos antes do que se pensava?: Um novo estudo que analisou antigas formações ro… http://bit.ly/cuJUpb […]

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Esse blog é protegido!