«

»

abr 22

NASA mostra imagens dos pontos quentes do vulcão Eyjafjallajökull na Islândia

http://earthobservatory.nasa.gov/IOTD/view.php?id=43708

Pontos quentes do vulcão Eyjafjallajökull na Islândia em 19/04/2010. Crédito: Rob Simmon, NASA/GSFC/MITI/ERSDAC/JAROS e ASTER Science Team/EUA/Japão.

Embora as emissões de cinzas tenham se reduzido desde 19 de Abril, a erupção do vulcão da Islândia Eyjafjallajökull prossegue. Logo no início do dia 19, abalos sísmicos sugeriram que poderia haver lava fluindo a partir do vulcão, disse agência islandesa Met Office. Quando a Guarda Costeira da Islândia sobrevoou o vulcão às 10h30min, observou que o magma está sendo ejetado a 1,5 a 3 quilômetros no ar, embora não haja lava fluindo das crateras do vulcão.

E a lava ainda não começou a jorrar…

O dispositivo Advanced Spaceborne Thermal Emission and Reflection Radiometer (ASTER) do satélite Terra da NASA capturou esta imagem as 13h50min, hora local, no dia 19 de abril de 2010. A imagem mostra tanto a pluma de fumaça vulcânica quanto a assinatura de calor da lava no cume do vulcão e na cratera Fimmvörduháls, nas proximidades, o local de uma erupção precursora. A assinatura termica mostra uma estimativa aproximada da temperatura, onde os tons de amarelo indicam as áreas mais quentes e as avermelhadas as com menor temperatura. A assinatura detectada em Eyjafjallajökull é a de um círculo concentrado de calor, sem um rio de lava. Estas observações a partir do satélite Terra estão de acordo com as conclusões da Guarda Costeira da Islândia que informaram que a lava ainda não começou a fluir a partir do vulcão.

O dispositivo ASTER observou a assinatura de calor através do registro térmico por radiação infravermelha (de energia) proveniente do vulcão. O restante da imagem é composto por uma combinação tanto dos comprimentos de onda da luz visível quanto da radiação infravermelho próxima do espectro visível. As áreas em tons de vermelho nas partes superiores da imagem estão cobertas de vegetação do vale do rio Markarfljót. Correntes azuladas de água gelada fluem da capa de gelo do Eyjafjallajökull para o rio. Tanto a norte e oeste do vulcão Eyjafjallajökull, o gelo ainda permanece intocado, mas a leste e sul, a cinza escura cobre a neve. A pluma de fumaça branca saindo do vulcão é provavelmente uma mistura de vapores e cinzas.

A seguir apresentamos um vídeo que mostra a erupção de perto:

Fontes e referências

4 comentários

Pular para o formulário de comentário

  1. meira

    Achei muito interessante publicarem, já que estas coisas da nasa é difícil civís saberem por isso é muito interessante.

    1. ROCA

      Que é interessante nós concordamos.

      Mas quanto ser difícil os civis saberem nós discordamos de você, Meira.

      Não é assim que funciona, Meira. NASA é uma agência do governo e tem que mostrar transparência nas suas ações.

      Assim a NASA tem a obrigação de divulgar informações sobre suas pesquisas e descobertas.

  2. Sergio

    Fala companheiro!!!!!!
    Sempre aprendendo com vocês, valeu pela existência, isso é que é qualidade de informação. Vamos juntos!!!!!!!
    Grande abraço.
    Sérgio Sacani Sancevero

    1. ROCA

      Fala Sérgio!

      Temos acompanhado o belo trabalho de vocês em “Ciência e Tecnologia”: http://www.cienctec.com.br/wordpress/

      abs
      [ROCA]

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Esse blog é protegido!