Arquivo por mês: fevereiro de 2009

fev 15

Os satélites e o lixo espacial: quais são as estatísticas?

A primeira colisão entre satélites da história da exploração espacial entre o satélite de comunicação russo obsoleto (Cosmos 2251) e o satélite de comunicação norte-americano Iridium 33 leva-nos a pensar sobre o que poderá acontecer no futuro e se esse cenário é só o primeiro de uma série de colisões ou se tal é um evento raro.
Afinal, do que estamos falando aqui?
Quais são os números associados aos objetos espalhados na órbita terrestre?

Vejamos a seguir essas estatísticas…

fev 11

Não haverá tempestade solar assassina

Tendo em vista os diversos alertas e notícias falsas sobre tragédias a ocorrer no ano de 2012 alegando o suposto ‘fim do calendário Maia’, estamos postando uma série de artigos para desmistificar esses cenários apocalípticos impossíveis. Esse é o quinto artigo que fala sobre a terrível tempestade Solar assassina prevista pelos profetas do apocalipse a acontecer em 2012.

2012: No Killer Solar Flare(2012: Não Haverá Tempestade Solar Assassina)

Tradução do artigo escrito por Ian O’Neill na Universe Today em 21 de junho de 2008

fev 09

Pulsar binário permite provar com maior precisão a Teoria Geral da Relatividade

Novas medições no único pulsar binário conhecido permitirão aos astrofísicos testar a teoria geral de relatividade de Einstein com precisão jamais atingida até hoje.

Os pesquisadores do centro de astrofísica e super-computação da Universidade de Swinburne em Melbourne, Austrália, apuraram com precisão a distância da Terra a dupla de pulsares projetando um sistema computacional que combina informações dos principais telescópios da Austrália, o que permitiu um aumento efetivo na sensibilidade dos resultados.

fev 06

HiRISE mostra imagens de impactos explosivos na superfície de Marte

Centenas de objetos vêm do espaço, em geral fragmentos de asteróides, e castigam Marte todos dos anos. Algumas vezes, como na Terra, esses objetos atravessam a atmosfera marciana. Mas a atmosfera marciana é muito mais tênue que a da Terra, o que implica em uma maior quantidade de objetos atingindo o solo do planeta vermelho. Se o bólido se quebra em pedaços, mas não se desintegra, o resultado será um aglomerado de crateras. A imagem acima é um exemplo disso: um grupo de crateras em Marte. Embora a presença de crateras em Marte seja um fenômeno relativamente comum, esse exemplo acima é raro pois há uma linha negra entre as duas maiores crateras. Os cientistas do projeto HiRISE estimam que o objeto partiu-se em dois pedaços de tamanho similar na entrada da atmosfera marciana e que as explosões interagiram entre si gerando essa curiosa linha negra entre as crateras…

fev 03

Não haverá inversão dos polos magnéticos da Terra

Tendo em vista os diversos alertas e notícias falsas sobre tragédias a ocorrer no ano de 2012 alegando o suposto ‘fim do calendário Maia’, estamos postando uma série de artigos para desmistificar esses cenários apocalípticos impossíveis. Esse é o quarto artigo que fala sobre a suposta inversão dos pólos magnéticos da Terra prevista pelos profetas do apocalipse a acontecer em 2012.

fev 01

Astrônomos começam a caça de exoluas orbitando exoplanetas

Está começando a parecer que os astrônomos estão se tornando cansados de observar diretamente os exoplanetas, já estivemos aqui, já fizemos isso… Assim eles estão agora se aprofundando mais visando uma nova grande descoberta: a detecção de exoluas (ou lua extrasolar) orbitando exoplanetas. Em novo estudo um astrônomo britânico quer usar a técnica mais comumente utilizada na observação indireta de exoplanetas. Essa tradicional e amplamente usada técnica verifica a estrela candidata para ver se ela tremula. A tremulação ou flutuação orbital estelar é usualmente causada pela presença de um objeto massivo orbitando a estrela, revelando indiretamente a presença de um exoplaneta (ou um objeto sub-estelar como uma anã-marrom).

fev 01

O “nascer” da Terra visto da Lua pela sonda japonesa Kaguya

Veja no vídeo abaixo o “nascer” da Terra visto da Lua capturado pela sonda japonesa Kaguya via HDTV-tele-câmera. Aguarde alguns segundos para ver a Terra “nascendo” no horizonte lunar: Veja também: Sinais de vulcanismo foram descobertos na face oculta da Lua a partir de fotos da sonda japonesa Kaguya Vídeo Earthrise from KAGUYA – Watch more …

Continue lendo »

» Posts mais novos

error: Esse blog é protegido!