Arquivo por tag: variáveis cefeidas

ago 03

Astrônomos detectam um vazio de estrelas Cefeidas no coração da Via Láctea. Quais são as implicações dessa descoberta?

Uma revisão se faz necessária em nosso entendimento da nossa galáxia Via Láctea conforme novo estudo de um time multinacional de astrônomos liderados pelo professor Noriyuki Matsunaga da Universidade de Tóquio. Astrônomos japoneses, sul-africanos e italianos descobriram que há uma enorme região em torno do centro da nossa galáxia desprovida de estrelas jovens.

Continue lendo »

jul 14

NGC 1309: uma Galáxia Espiral “Grand Design”

NGC 1309 é uma galáxia espiral belíssima que reside a cerca de 100 milhões de anos luz de nós. NGC 1309 está situada nas margens do ‘Rio’ cósmico, a constelação de Erídanus NGC 1309 se estende por cerca de 30.000 anos luz, com cerca de um terço do tamanho da nossa galáxia Via Láctea.

Continue lendo »

jun 07

A supernova e as variáveis cefeidas na galáxia espiral UGC 9391 versus a expansão do Universo

Afinal, o que essa bela galáxia pode nos contar sobre a taxa de expansão do Universo? Vejamos a seguir…

Continue lendo »

fev 01

IC 1613: a rara galáxia anã vizinha que é livre de poeira

Muitas galáxias encontram-se cheias de poeira, enquanto outras apresentam ocasionais faixas escuras de fuligem cósmica opaca espiralando entre o gás e as estrelas. No entanto, o alvo desta nova imagem, obtida pela câmera OmegaCAM montada no Telescópio de Rastreamento do VLT no ESO, no Chile, é bastante peculiar — a pequena galáxia chamada IC 1613 …

Continue lendo »

out 28

ESO: o telescópio VISTA descobre um novo componente da Via Láctea

Com o auxílio do telescópio VISTA instalado no Observatório do Paranal do ESO, astrônomos descobriram um componente anteriormente desconhecido da Via Láctea. Ao mapear a localização de uma classe de estrelas que variam em brilho chamadas Cefeidas, foi descoberto um disco de estrelas jovens enterradas por trás de espessas nuvens de poeira no bojo central.

Continue lendo »

fev 06

VISTA revela detalhes da Nebulosa Trífida e descobre duas estrelas variáveis Cefeidas distantes por trás da nuvem cósmica

Uma nova imagem obtida com o telescópio de rastreio do ESO, o VISTA, revela a famosa Nebulosa Trífida de maneira diferente e fantasmagórica. Ao observar no infravermelho, os astrônomos podem ver para além das regiões centrais da Via Láctea obscurecidas por poeira e descobrir muitos objetos invisíveis a outros comprimentos de onda. Numa pequena parte …

Continue lendo »

maio 19

Estrelas da borda da Via Láctea mostram que nossa galáxia é mais larga e deformada do que pensávamos

Um raro vislumbre de estrelas residentes no lado oposto da Via Láctea suporta a ideia de que nossa galáxia se abre deformada nas suas bordas, no lado oculto. O Sol reside em um braço da espiral relativamente plano da Via Láctea, orbitando o centro da galáxia. As estrelas ao nosso redor são bem conhecidas e …

Continue lendo »

maio 11

Hubble estica a fita métrica estelar 10 vezes mais longe no espaço

http://cdn.phys.org/newman/gfx/news/hires/2014/1-hubbleextend.jpg

Através do Telescópio Espacial Hubble, os astrônomos agora conseguem medir com precisão a distância de estrelas com até 10.000 anos-luz de distância. Isto representa 10 vezes mais do que era possível anteriormente. Os astrônomos desenvolveram uma forma inédita de usar o telescópio espacial Hubble, de 24 anos de idade, empregando uma técnica chamada de varredura …

Continue lendo »

nov 24

Descoberta de Cefeida em sistema binário eclipsante elucida mistério astronômico

Ao descobrir o primeiro sistema binário onde uma estrela tipo Cefeida variável pulsante e outra estrela transitam, passando em frente uma da outra, uma equipe internacional de astrônomos esclareceu um mistério que perdurava há décadas. O alinhamento raro das órbitas das duas estrelas estudadas permitiu fazer uma medição da massa da Cefeida com uma precisão …

Continue lendo »

maio 11

A taxa de expansão do Universo foi recalculada com o dobro da precisão

A Constante de Hubble foi re-estimada com precisão acima de 95% Explorando a capacidade poderosa do telescópio espacial Hubble o time aparou as arestas da ‘escala cósmica de distâncias’ envolvendo as incertezas no comportamento das estrelas variáveis cefeidas. O que quer seja a energia escura, explicações para tal são postas a prova se seguirmos as …

Continue lendo »

error: Esse blog é protegido!