Arquivo por tag: TWAN

out 13

Um “outro mundo” à noite: galáxias vistas do altiplano do Atacama por Stéphane Guisard

O bojo central da nossa galáxia Via Láctea se eleva nos céus do norte chileno. Essa imagem capturada pelo astrofotógrafo Stéphane Guisard do altiplano do Atacama no Chile é um verdadeiro cartão postal dos céus do planeta Terra. Situado a uma altitude de 4.500 metros, a estranha beleza da paisagem desolada poderia até pertencer à outro mundo, não?

Continue lendo »

jul 29

Imagens profundas das galáxias vizinhas Grande e Pequena Nuvens de Magalhães sugerem colisões

Seria verdade que as duas mais famosas galáxias satélites da Via Láctea alguma vez já colidiram entre si? Embora não tenhamos certeza absoluta sobre esse evento, uma inspeção detalhada de imagens profundas como a que está exposta em destaque sugere indicações positivas. A Grande Nuvem de Magalhães (LMC) aparece acima e à esquerda, enquanto que a Pequena Nuvem de Magalhães (SMC) …

Continue lendo »

jul 16

A Torre Oinoe do século 13 em Maratona (Grécia) e o Polo Norte Celestial por Anthony Ayiomamitis (TWAN)

Se você subir ao topo desta torre de pedras do 13º século, vai perceber a sensação de que você pode tocar o Polo, o ponto no centro destes arcos formados pelo movimento das demais estrelas nos céus. Essa imagem em destaque é uma composição esmerada que também revela algumas riscas de luz causadas por meteoros, registrada em …

Continue lendo »

jun 16

A foto de Alex Conu da aurora sobre as ilhas Lofoten na Noruega é a imagem campeã de 2016 do concurso internacional do TWAN

A Aurora Boreal é familiar para os observadores noturnos sobre a vila de Reine nas Ilhas Lofoten da Noruega. Nessa magnifica cena, capturada de um acampamento no topo de uma montanha, as cortinas aurorais parecem criar uma ‘estranha tensão’ sobre as luzes da pequena cidade costeira.

Continue lendo »

abr 23

Três Faixas Luminosas: Luz Zodiacal, Luminescência Atmosférica e a Via Láctea, por Babak Tafreshi e Yuri Belestsky do ESO

A fraca luz que se estende desde o horizonte até abaixo do centro nesta fotografia é conhecida por luz zodiacal e é causada pela dispersão da luz solar em poeira cósmica situada no plano da órbita da Terra. Uma segunda luz pode ser vista no horizonte à esquerda. Esta luz vermelha é a luminescência atmosférica, produzida …

Continue lendo »

fev 29

A montanha mais alta, a maior e a que fica mais perto do céu por Jeff Dai, O Chul Kwon e Stéphane Guisard

Fãs e apreciadores do planeta Terra provavelmente reconhecerão com facilidade sua montanha mais alta, o Monte Everest no Himalaia, que aparece à esquerda no painel triplo do TWAN (The World at Night).

Continue lendo »

nov 01

Via Láctea em Monument Valley por Wally Pacholka

Embora você não precise viajar até Monument Valley para ver o arco da Via Láctea sobre o céu como nessa fabulosa imagem, estar lá facilita muito. De fato, apenas lá em Monument Valley nos EUA você veria esta pitoresca paisagem em primeiro plano que inclui estes picos icônicos chamados de ‘buttes’. Os ‘buttes’ são pequenos picos compostos de pedras duras …

Continue lendo »

out 16

Ditado Persa: A Noite Esconde o Mundo, Mas Revela o Universo

Estrelas surgem a medida que o crepúsculo se evanesce nessa serena paisagem celeste seguindo o provérbio Persa: ” A Noite Esconde o Mundo, Mas Revela o Universo “. A cena retrata o pôr-do-sol sobre o norte do Quênia e a noite irá logo esconder as costas do Lago Turkana, lar dos crocodilos do Nilo.

Continue lendo »

abr 12

O ALMA obtém imagens espetaculares na sua configuração máxima

http://www.eso.org/public/images/ann15028a/

O Atacama Large  Millimeter/submillimeter Array (ALMA) [1] capturou recentemente imagens com nitidez sem precedentes que mostram o quase perfeito anel gravitacional de Einstein de uma galáxia distante e a superfície do asteroide Juno. Estas imagens extraordinárias foram obtidas no final de 2014 dentro da Campanha de Linha de Base Longa do ALMA, que foi testada …

Continue lendo »

mar 31

Orion, o gigante caçador, faz vigília no ALMA

http://www.eso.org/public/images/potw1513a/

Com as costas voltadas para a constelação de Orion, as 66 antenas do Atacama Large Millimeter/submillimeter Array (ALMA) encontram-se empoleiradas no cume do planalto do Chajnantor nos Andes chilenos. Ilustrando de forma clara o motivo da escolha deste local para colocar a rede, deparamo-nos com uma vista soberba da Nebulosa de Orion (catalogada como Messier 42). Esta …

Continue lendo »

Posts mais antigos «

error: Esse blog é protegido!