Arquivo por tag: Theia

jan 12

A Lua pode ser mais antiga do que pensávamos?

Um time liderado por membros da UCLA (Universidade da Califórnia, em Los Angeles), EUA, reportou que a Lua tem pelo menos 4,51 bilhões de anos e é 40 a 140 milhões de anos mais antiga do que os cientistas pensavam anteriormente. Os achados, baseados na análise da amostras do mineral zircônio da Lua que foram trazidos para …

Continue lendo »

set 22

Análise geoquímica revela que a Lua é formada pelo manto da proto-Terra realocado

Medições de um elemento em rochas terrestres e lunares refutou hipótese principal para a origem da Lua. Pequenas diferenças na segregação dos isótopos de potássio entre a Lua e a Terra estavam, até há pouco, escondidas fora dos limites de detecção das técnicas analíticas. Em 2015, no entanto, o geoquímico Kun Wang da Universidade de …

Continue lendo »

fev 07

A Lua foi produzida por uma colisão frontal entre dois planetas?

A Lua foi formada por uma violenta colisão frontal entre a Terra primitiva e um “embrião planetário” chamado Theia aproximadamente 100 milhões de anos depois da formação do nosso planeta, de acordo com as análises dos geoquímicos da UCLA (Universidade da Califórnia, Los Angeles, EUA). Os cientistas já sabiam deste cataclismo que ocorreu quase há …

Continue lendo »

jun 13

Por que o lado oculto da Lua difere tanto do lado visível?

Os astrônomos julgam aparência peculiar do lado visível da Lua (comumente apelidado de “a face lunar” ou “o homem na lua”) surgiu quando asteroides atingiram o lado da Lua voltado para a Terra, criando grandes “mares” (marias) planos de basalto que vemos como áreas escuras. Paradoxalmente, praticamente não existem “mares” no lado oculto da Lua. …

Continue lendo »

out 20

Discussões sobre a formação do Sistema Solar parte 2: Marte e Mercúrio foram formados das sobras da Terra e Vênus?

Introdução – o debate em 2009 da Divisão de Ciências Planetárias: O Sistema Solar primordial foi uma verdadeira galeria de tiro. Nossa lua se formou quando um objeto, denominado Theia, do tamanho de Marte chocou-se com a Terra e ejetou para o espaço uma gigantesca nuvem escombros que por acresção criou o nosso único satélite …

Continue lendo »

out 16

Discussões sobre a formação do Sistema Solar parte 1: por que Vênus não tem nenhuma lua?

Introdução – o debate em 2009 da Divisão de Ciências Planetárias: O Sistema Solar primordial foi uma verdadeira galeria de tiro. Nossa lua se formou quando um objeto, denominado Theia, do tamanho de Marte chocou-se com a Terra e ejetou para o espaço uma gigantesca nuvem escombros que por acresção criou o nosso único satélite …

Continue lendo »

ago 12

Mundos em colisão: Spitzer descobre rastros deixados por exoplanetas que se chocaram

Um violento choque de exoplanetas no jovem sistema HD 172555 mandou para o espaço rochas derretidas e lava aquecida. O telescópio espacial Spitzer da NASA descobriu pistas de uma colisão em alta-velocidade entre dois exoplanetas recém-formados em torno de uma jovem estrela. Os astrônomos dizem que dois corpos rochosos, um das dimensões da Lua e …

Continue lendo »

abr 12

Sondas espaciais STEREO procuram restos de um misterioso protoplaneta chamado Theia

Como a Lua se formou? A principal hipótese “Giant Impact Theory” propõe que no início da formação do Sistema Solar, um protoplaneta com a dimensão de Marte impactou com a Terra. Os restos da colisão, uma mistura do material de ambos os corpos, foram arremessados para fora da órbita da Terra e se aglutinaram dando origem a Lua. Em breve esta teoria poderá ser testada, resolvendo talvez a questão de como a Lua se formou. Duas sondas gêmeas, da NASA, estão prestes a entrar em regiões do espaço conhecidos como Pontos de Lagrange onde os restos deste misterioso protoplaneta podem estar escondidos. As sondas denominadas Solar Terrestrial Relations Observatory, ou simplesmente STEREO, passarão pelos pontos L4 e L5 onde a gravidade do Sol e da Terra se une formando vazios gravitacionais onde asteróides e poeira espacial tende a recolher-se.

jan 29

Pedra lunar revela que a Lua teve um núcleo magnético pastoso

A análise em uma das mais puras rochas coletadas na missão Apollo 17 ajudou a resolver um antigo enigma lunar. Os pesquisadores do Massachusetts Institute of Technology (MIT) trabalharam na mais detalhada análise já feita da mais antiga pedra da coleção da Apollo. Traços magnéticos registrados na rocha forneceram uma forte evidência que há 4,2 bilhões de anos a Lua tinha um núcleo líquido com um dínamo, como o manto da existente na Terra hoje, o qual produz um poderoso campo magnético.

nov 08

Sinais de vulcanismo foram descobertos na face oculta da Lua a partir de fotos da sonda japonesa Kaguya

A atividade vulcânica na face oculta da Lua (o lado que não vemos aqui da Terra) pode ter existido por mais tempo que se pensava. A sonda japonesa Kaguya enviou recentemente imagens com novas evidências. A descoberta, detalhada na revista Science em novembro de 2008, vai trazer uma nova luz sobre a formação lunar e sua evolução.

error: Esse blog é protegido!