Arquivo por tag: tempestade solar

fev 11

Exoplanetas hospedados por a Anãs Vermelhas podem sofrer perdas de Oxigênio dentro de zonas potencialmente habitáveis

Cientistas dão uma nova visão sobre habitabilidade em volta das estrelas anãs vermelhas A busca por vida fora do planeta Terra começa dentro das zonas habitáveis, as regiões em torno das estrelas onde as condições podem, potencialmente, permitir a existência de água líquida (essencial para a vida como a conhecemos) existindo na superfície de um …

Continue lendo »

out 27

Aurora da Águia sobre a Noruega por Bjørn Jørgensen

O que é essa figura nos céus? Uma magnífica aurora Cinco dias antes dessa imagem ter sido capturada em 2012 uma gigantesca EMC (Ejeção de Massa Coronal) foi expelida pelo nosso Sol, liberando uma nuvem de partículas (elétrons, prótons e íons) em alta velocidade na direção da Terra. Embora a maior parte dessa nuvem tenha passado por …

Continue lendo »

set 01

A aurora verde sobre uma falha tectônica na Islândia capturada por Juan Carlos Casado

Não Há Dia Sem História 01 de setembro de 1859 Evento de Carrington – 157 anos Admire a bela, mas tema a fera… A ‘bela’ é a aurora nos céus, aqui tomando a forma de uma grande espiral verde, observada entre nuvens pitorescas além da Lua brilhante e das estrelas no plano de fundo. Por outro lado, a …

Continue lendo »

out 24

Aurora sobre as geleiras na Islândia por James Boardman Woodend

Várias condições chaves concorreram para que fosse criada essa premiada imagem. O fabuloso cenário incluiu: Uma noite escura; Uma épica aurora; Um corpo descongelado d’água, calmo o suficiente para refletir as estrelas.

Continue lendo »

set 18

Uma belíssima aurora espiral na Islândia capturada por Davide Necchi

O que acontece nos céus? Aurora! Capturada no mês passado (agosto de 2015), esta aurora foi notável para os habitantes da Islândia pela sua grande luminosidade e rápida evolução. As auroras resultam de tempestades solares, onde as partículas de alta energia expulsas do astro-rei seguem pelo espaço até penetrar através de uma brecha na protetiva magnetosfera terrestre, alguns dias depois. Embora um padrão …

Continue lendo »

jul 04

As auroras austrais refletem o impacto das Ejeções de Massa Coronal sobre o Polo Sul

Não, não são fogos de artifício… Essas intensas luzes cintilantes dançaram através dos céus da Terra, vistas aqui no mês passado (22 a 23 de junho de 2015) sobre o polo sul geográfico. Estas deslumbrantes visões aurorais foram disparadas pelas ejeções de massa coronal (em inglês: Coronal Mass Ejection – CME) geradas por explosões solares dias antes. Assim, nuvens do …

Continue lendo »

jun 29

SDO mostra o grupo de manchas solares AR 2339 cruzando o Sol

Como é que as manchas solares evoluem? As grandes e escurecidas manchas solares e as regiões ativas que as hospedam, podem persistir por várias semanas. No entanto, ao longo do tempo, elas estão em constante mutação.

Continue lendo »

abr 17

Como pequenas erupções solares podem trazer consequências significativas aos planetas indefesos?

http://www.nasa.gov/sites/default/files/thumbnails/image/cme-at-venus-animated.gif

Embora ainda não saibamos todos os ingredientes necessários para se construir um mundo propício à vida, entendemos que a interação entre o Sol e a Terra é essencial para tornar o nosso planeta habitável, através de um equilíbrio entre uma estrela que fornece a energia necessária e um planeta resistente, com sistemas que permitem protegê-lo …

Continue lendo »

out 13

SWIFT testemunhou a fúria de uma anã vermelha em explosão colossal

http://www.nasa.gov/sites/default/files/dg_cvn_flare_final_4k_0.jpg

No dia 23 de abril de 2014, o satélite da NASA SWIFT (o observatório espacial caçador de explosões de raios gama) testemunhou uma sequência de erupções estelares, a mais forte, mais quente e de maior duração já vista a partir de uma anã vermelha nas proximidades do Sistema Solar. A explosão inicial desta série recordista …

Continue lendo »

maio 12

Máximo solar retratado em laranja por Alan Friedman

Estamos vivenciando o Máximo Solar e nosso Sol tem estado bastante ocupado. Em 20 de abril de 2014 o Sol foi capturado exibindo numerosas áreas agitadas incluindo as regiões ativas de manchas solares AR 2036 no topo e AR 2038 no centro. Lembramos que há quatro anos o Sol estava saindo de um raro mínimo Solar mais fraco que durou vários …

Continue lendo »

Posts mais antigos «