Arquivo por tag: raios-X

fev 21

NGC 5907 X-1: XMM-Newton da ESA estuda o pulsar mais luminoso e distante conhecido

O XMM-Newton da ESA revelou dados de um pulsar mil vezes mais luminoso do que se pensava ser possível. O pulsar NGC 5907 X-1 é também o mais distante do seu tipo já detectado, pois sua radiação viajou 50 milhões de anos-luz até ser detectada pelo XMM-Newton. Os pulsares são estrelas de nêutrons magnetizadas que giram …

Continue lendo »

fev 11

Exoplanetas hospedados por a Anãs Vermelhas podem sofrer perdas de Oxigênio dentro de zonas potencialmente habitáveis

Cientistas dão uma nova visão sobre habitabilidade em volta das estrelas anãs vermelhas A busca por vida fora do planeta Terra começa dentro das zonas habitáveis, as regiões em torno das estrelas onde as condições podem, potencialmente, permitir a existência de água líquida (essencial para a vida como a conhecemos) existindo na superfície de um …

Continue lendo »

fev 01

O observatório de raios gama FERMI revela os blazares mais extremos até então já observados

O Telescópio Espacial de Raios-gama FERMI da NASA identificou os blazares de raios-gama mais longínquos. Um blazar é um tipo de galáxia ativa cujas emissões intensas são alimentadas por buracos negros supermassivos. Para ser um blazar, o feixe de radiação da galáxia ativa deve estar apontado em nossa direção. A luz destes objetos distantes começou …

Continue lendo »

jan 29

Geminga e B0355+54: Dois pulsares dão aulas de geometria aos astrônomos!

Similarmente a faróis cósmicos que varrem o Universo com feixes de energia, os pulsares têm fascinado e ao mesmo tempo confundido os cientistas desde que foram descobertos há 50 anos. Em dois estudos, times internacionais de astrônomos sugerem que imagens recentes de dois pulsares (Geminga e B0355+54), obtidas pelo Observatório de raios-X Chandra da NASA, …

Continue lendo »

jan 21

Abell 3411 versus Abell 3412: colisão de aglomerados de galáxias criou poderoso acelerador de partículas cósmicas

Astrônomos descobriram uma combinação de dois dos fenômenos mais poderosos do Universo, um buraco negro supermassivo em ação e a colisão de aglomerados de galáxias gigantes. A conjugação desses eventos criou um estupendo acelerador de partículas cósmicas. Combinando dados do Observatório de raios-X Chandra da NASA, do GMRT (Giant Metrewave Radio Telescope) na Índia, do …

Continue lendo »

dez 26

NGC 6357: a Maravilhosa Fábrica Estelar por L, Townsley et al (UKIRT), Chandra e Spitzer

Por razões ainda desconhecidas, a região NGC 6357 está formando as mais massivas estrelas até então descobertas. Essa região complexa de maravilhas da formação estelar consiste em numerosos filamentos de gás e poeira cósmica envolvendo gigantescas cavidades onde residem massivos aglomerados estelares. Os padrões intricados são causados por interações complexas entre os ventos interstelares, pressões de …

Continue lendo »

dez 13

O ‘Pequeno Amigo’ da fonte de raios-X Cygnus X-3: Chandra revela uma estrela que está nascendo

Um retrato do ciclo de vida estelar foi capturado na nova imagem capturada pelo Observatório de raios-X Chandra da NASA juntamente como o SMA (Smithsonian’s Submillimeter Array). A imagem retrata uma nuvem que está ‘dando à luz’ a estrelas, a qual foi observada refletindo raios-X emanados por Cygnus X-3. Cyg X-3 é uma fonte de …

Continue lendo »

nov 25

ESASKY: Todo o céu ao seu alcance

Como vê o XMM-Newton um remanescente de uma supernova em raios-X? E como o mesmo objeto pode ser visto em observações de luz visível a partir do telescópio espacial Hubble? É fácil saber através da aplicação em rede ESASky, que põe à nossa disposição os dados públicos disponíveis de todas as missões científicas da ESA. Fazendo …

Continue lendo »

nov 21

Time internacional de astrônomos descobre importante superaglomerado de galáxias escondido atrás da Via Láctea

Um time internacional de astrônomos descobriu uma desconhecida concentração massiva de galáxias na direção da constelação de Vela, que denominaram ‘superaglomerado de Vela’. A atração gravitacional desta grande concentração de massa na nossa vizinhança cósmica poderá ter um efeito importante no movimento do nosso ‘Grupo Local de Galáxias’, incluindo a Via Láctea. A existência desse …

Continue lendo »

nov 08

NGC 281: retratos da nebulosa PacMan por Martin Pugh e Ken Crawford (Rancho Del Sol Observatory)

Olhe através da estrutura cósmica catalogada como NGC 281 e você possivelmente deixará de reparar nas estrelas do aglomerado estelar aberto IC 1590. No entanto, formado dentro da nuvem NGC 281, o jovem aglomerado de estrelas massivas IC 1590 é o verdadeiro responsável pelo persuasivo brilho nebular. As atraentes formas flutuando nesse retrato da nebulosa NGC 281 são colunas …

Continue lendo »

Posts mais antigos «