Arquivo por tag: raios-X

mar 23

SWIFT mapeia uma estrela em uma espiral da morte na direção de um buraco negro supermassivo

Há cerca de 290 milhões de anos, uma estrela parecida com o Sol perambulou demasiadamente perto do buraco negro central de sua galáxia hospedeira. As marés gravitacionais intensas rasgaram a estrela e isso produziu um surto de radiação tanto no visível, quanto no ultravioleta e nos raios-X que foi detectado aqui na Terra em 2014. …

Continue lendo »

mar 05

SN 2014C: observatório NuSTAR revela novas pistas sobre a supernova ‘camaleão’

Lembrando o que disse o famoso astrônomo Carl Sagan: Somos feitos de matéria das estrelas. As reações termonucleares que ocorreram em estrelas antigas produziram grande parte da matéria que forma nossos corpos, nosso planeta e nosso Sistema Solar. Quando as estrelas explodem em mortes violentas chamadas supernovas, esses elementos recém-formados escapam e se espalham semeando …

Continue lendo »

mar 01

Mudanças rápidas na temperatura no disco de acreção revelam a origem dos ventos ultrarrápidos dos buracos negro supermassivos

Telescópios espaciais de altas energias da ESA e da NASA (XMM-Newton e NuStar) fizeram as observações mais detalhadas dos ventos ultrarrápidos que fluem a partir das redondezas de um buraco negro supermassivo em velocidades relativísticas (cerca de 24% da velocidade da luz).

Continue lendo »

fev 27

Vamos celebrar o 30º aniversário da Supernova SN 1987A ?

Há 30 anos, os astrônomos detectaram uma das explosões estelares mais brilhantes nos últimos quatro séculos. Assim, em 23 de fevereiro de 1987, a estrela supergigante azul de nome Sanduleak –69° 202 explodiu, gerando a primeira supernova visível a olho nu desde a supernova de Kepler em 1604. A supernova titânica chamada de SN 1987A brilhou …

Continue lendo »

fev 21

NGC 5907 X-1: XMM-Newton da ESA estuda o pulsar mais luminoso e distante conhecido

O XMM-Newton da ESA revelou dados de um pulsar mil vezes mais luminoso do que se pensava ser possível. O pulsar NGC 5907 X-1 é também o mais distante do seu tipo já detectado, pois sua radiação viajou 50 milhões de anos-luz até ser detectada pelo XMM-Newton. Os pulsares são estrelas de nêutrons magnetizadas que giram …

Continue lendo »

fev 11

Exoplanetas hospedados por a Anãs Vermelhas podem sofrer perdas de Oxigênio dentro de zonas potencialmente habitáveis

Cientistas dão uma nova visão sobre habitabilidade em volta das estrelas anãs vermelhas A busca por vida fora do planeta Terra começa dentro das zonas habitáveis, as regiões em torno das estrelas onde as condições podem, potencialmente, permitir a existência de água líquida (essencial para a vida como a conhecemos) existindo na superfície de um …

Continue lendo »

fev 01

O observatório de raios gama FERMI revela os blazares mais extremos até então já observados

O Telescópio Espacial de Raios-gama FERMI da NASA identificou os blazares de raios-gama mais longínquos. Um blazar é um tipo de galáxia ativa cujas emissões intensas são alimentadas por buracos negros supermassivos. Para ser um blazar, o feixe de radiação da galáxia ativa deve estar apontado em nossa direção. A luz destes objetos distantes começou …

Continue lendo »

jan 29

Geminga e B0355+54: Dois pulsares dão aulas de geometria aos astrônomos!

Similarmente a faróis cósmicos que varrem o Universo com feixes de energia, os pulsares têm fascinado e ao mesmo tempo confundido os cientistas desde que foram descobertos há 50 anos. Em dois estudos, times internacionais de astrônomos sugerem que imagens recentes de dois pulsares (Geminga e B0355+54), obtidas pelo Observatório de raios-X Chandra da NASA, …

Continue lendo »

jan 21

Abell 3411 versus Abell 3412: colisão de aglomerados de galáxias criou poderoso acelerador de partículas cósmicas

Astrônomos descobriram uma combinação de dois dos fenômenos mais poderosos do Universo, um buraco negro supermassivo em ação e a colisão de aglomerados de galáxias gigantes. A conjugação desses eventos criou um estupendo acelerador de partículas cósmicas. Combinando dados do Observatório de raios-X Chandra da NASA, do GMRT (Giant Metrewave Radio Telescope) na Índia, do …

Continue lendo »

dez 26

NGC 6357: a Maravilhosa Fábrica Estelar por L, Townsley et al (UKIRT), Chandra e Spitzer

Por razões ainda desconhecidas, a região NGC 6357 está formando as mais massivas estrelas até então descobertas. Essa região complexa de maravilhas da formação estelar consiste em numerosos filamentos de gás e poeira cósmica envolvendo gigantescas cavidades onde residem massivos aglomerados estelares. Os padrões intricados são causados por interações complexas entre os ventos interstelares, pressões de …

Continue lendo »

Posts mais antigos «