Arquivo por tag: primeiras estrelas

jun 22

UGC 11411: a galáxia anã compacta azul estudada via Hubble

Esta imagem do telescópio espacial Hubble da NASA / ESA mostra a galáxia UGC 11411, um tipo de galáxia irregular conhecida como uma anã compacta azul (BCD – Blue Compact Dwarf Galaxy). As BCDs são galáxias com cerca de 10% do tamanho de uma galáxia espiral típica, como a nossa Via Láctea. Estas anãs compactas …

Continue lendo »

jun 17

ESO descobre a galáxia primordial CR7 com indícios das primeiras estrelas do Universo – População III

http://www.eso.org/public/images/eso1524a/

Com o auxílio do Very Large Telescope do ESO, astrônomos descobriram a galáxia mais brilhante observada até hoje no Universo primordial e encontraram evidências fortes de que este objeto contém estrelas da primeira geração (População III). Estas estrelas massivas e brilhantes, puramente teóricas até agora, foram as criadoras dos primeiros elementos pesados na história — …

Continue lendo »

jul 13

Explosão de raios gama distante revela possíveis segredos das primeiras estrelas

  Depois de analisarem, em 2013, uma explosão de radiação de alta energia e longa duração, astrônomos julgam terem encontrado características similares as originadas em explosões das primeiras estrelas do Universo. Se esta interpretação estiver correta, a explosão valida ideias sobre uma classe recentemente identificada de erupção de raios-gama (GRB, ou “Gamma-Ray Burst“) e servirá …

Continue lendo »

maio 08

Segue 1 – a galáxia fóssil nos revela os segredos do universo primitivo

http://newsoffice.mit.edu/2014/wimpy-dwarf-fossil-galaxy-reveals-new-facts-about-early-universe-0501

Residente a cerca de 75.000 anos-luz de distância da Terra, a galáxia conhecida como Segue 1 tem propriedades incomuns. Segue 1 é a galáxia mais tênue até hoje já detectada. Trata-se de uma galáxia diminuta, que contém somente cerca de 1.000 estrelas. A composição química de Segue 1 é relativamente rara, com a presença de …

Continue lendo »

jun 29

ESO bate recorde e localiza o quasar mais distante conhecido

Grupo multinacional de astrônomos do ESO (Observatório Meridional Europeu) localizou e estudou o quasar mais distante conhecido utilizando o conjunto de supertelescópios “Very Large Telescope” situados no Monte Paranal, deserto de Atacama, Chile. Este ultraluminoso farol cósmico, cujo motor central é movido por um buraco negro supermassivo com uma massa equivalente dois bilhões de vezes …

Continue lendo »

jul 03

Cientistas esclarecem sobre o nascimento das primeiras estrelas

No começo, havia o Hidrogênio e o Hélio… [1]. Estes elementos primordiais foram criados nos primeiros três minutos após o Big Bang. Posteriormente, foram estes elementos que deram origem a todos os outros elementos no Universo. Desde então, as estrelas têm sido as verdadeiras fábricas de construção destes elementos. Através da fusão nuclear, as estrelas …

Continue lendo »

fev 25

O VLT do ESO encontra estrelas primitivas nas vizinhanças da Via Láctea

Durante muitos anos as estrelas anciãs primordiais residentes fora da Via Láctea se mantiveram escondidas. Agora elas finalmente foram detectadas. O ESO utilizou o Very Large Telescope (VLT) para resolver este importante problema astrofísico, relativo às estrelas mais antigas na nossa vizinhança galáctica. O entendimento sobre as estrelas primitivas é crucial o conhecimento da evolução …

Continue lendo »

nov 17

As estrelas primodiais alimentadas pela matéria escura conteriam os segredos do Universo?

As primeiras estrelas do Universo podem ter sido muito diferentes das estrelas que vemos na atualidade, até podem trazer pistas para compreender algumas das misteriosas características do Cosmos. Estas “estrelas obscuras”, teorizadas pela primeira vez em 2007, poderiam crescer e até tornar-se muito maiores que as estrelas modernas. Assim estas estrelas primordiais poderiam ter sido …

Continue lendo »

nov 14

Descobertas 22 das galáxias mais antigas do Universo

Um novo estudo encontrou 22 das primeiras galáxias que se formaram no Universo, confirmando a sua idade em cerca de 787 milhões de anos após o nascimento do Universo. Estas e outras galáxias da infância do Universo poderiam ajudar a trazer nova luz para a cosmologia, mostrando as condições que governaram o início do Universo. …

Continue lendo »

jul 15

Os campos magnéticos dominam a formação de estrelas?

Quando falamos sobre o papel dos campos magnéticos na formação de estrelas, o tamanho final da estrela resultante parece não ter relevância. Uma equipe de investigadores, liderados por Josep Girart, do Instituto de Ciência de l’Espai na Espanha, estudou a lenta evolução de uma nuvem cósmica de poeira até tornar-se uma estrela massiva. Os cientistas …

Continue lendo »

Posts mais antigos «