Arquivo por tag: Keck

abr 25

Astrônomos observam imagens múltiplas de uma Supernova Tipo Ia através de lente gravitacional capturadas pelo Hubble

Um time de astrônomos utilizou de forma inédita o Telescópio Espacial Hubble da NASA/ESA para analisar imagens múltiplas de uma supernova do tipo Ia através de uma lente gravitacional. As quatro imagens da estrela em explosão serão usadas para medir a expansão do Universo. Isto pode ser feito sem quaisquer pressupostos teóricos acerca do modelo …

Continue lendo »

jan 26

Lentes gravitacionais suportam a descoberta que a expansão do Universo se dá mais rápido do que se pensava

Através do uso de galáxias massivas como lentes gravitacionais gigantes, um grupo internacional de astrônomos, com o auxílio do Telescópio Espacial Hubble da NASA/ESA, fez uma medição independente de quão rápido o Universo está em expansão. A recém-medida velocidade de expansão, para o Universo local, é consistente com as descobertas anteriores. Estes estão, no entanto, …

Continue lendo »

jan 21

Abell 3411 versus Abell 3412: colisão de aglomerados de galáxias criou poderoso acelerador de partículas cósmicas

Astrônomos descobriram uma combinação de dois dos fenômenos mais poderosos do Universo, um buraco negro supermassivo em ação e a colisão de aglomerados de galáxias gigantes. A conjugação desses eventos criou um estupendo acelerador de partículas cósmicas. Combinando dados do Observatório de raios-X Chandra da NASA, do GMRT (Giant Metrewave Radio Telescope) na Índia, do …

Continue lendo »

set 21

ALMA descobre segredos de uma bolha espacial gigante de Lyman-alfa

Uma equipe internacional de astrônomos usou o ALMA, o Very Large Telescope do ESO e outros telescópios, para descobrir a verdadeira natureza de um objeto raro no Universo distante, chamado Bolha de Lyman-alfa. Até agora, os astrônomos não compreendiam o que é que fazia estas enormes nuvens de gás brilhar tão intensamente, mas o ALMA …

Continue lendo »

jul 18

Kepler: missão K2 confirma a descoberta da mais 100 exoplanetas

Um time internacional de astrônomos descobriu e confirmou uma pletora de novos mundos através da missão K2 do observatório espacial caçador de exoplanetas Kepler da NASA. Entre as descobertas, que somaram 197 candidatos iniciais a exoplaneta, os astrônomos confirmaram a existência de 104 exoplanetas. Entre os objetos confirmados está um sistema estelar composto por quatro …

Continue lendo »

jun 13

CVSO 30b: VLT fotografa um exoplaneta exótico

Os astrônomos procuram planetas em órbita de outras estrelas (exoplanetas) através de uma variedade de métodos. Um desses métodos é a imagem direta, o qual se revela particularmente eficaz para planetas que se encontram em órbitas largas em torno de estrelas jovens, uma vez que a luz do planeta não é ofuscada pela luz emitida pela …

Continue lendo »

maio 17

Kepler 223: uma estrela com quatro Mini-Netunos em ressonância orbital

Um sistema com quatro exoplanetas, observado há vários anos pelo telescópio Kepler, é verdadeiramente raro: seus componentes, todos os 4 Mini-Netunos situados próximos da estrela, orbitam em uma ressonância única que está bloqueada há bilhões de anos. Por cada 3 órbitas do planeta mais exterior, o segundo orbita 4 vezes, o terceiro 6 vezes e …

Continue lendo »

jan 31

MWC 922: A Nebulosa do Quadrado Vermelho por Peter Tuthill e James Lloyd

O que poderia fazer uma nebulosa se parecer com um quadrado? Não sabemos ao certo. No entanto, o sistema conhecido como MWC 922 parece conter uma quente estrela, embutida em uma nebulosa com um exótico formato de quadrado.

Continue lendo »

jan 13

IDCS 1426: Grandes observatórios da NASA – Chandra, Hubble e Keck – medem o aglomerado de galáxias mais massivo do Universo antigo

O Universo primordial era um caos generalizado de gás e matéria que só começou a coalescer em galáxias distintas centenas de milhões de anos após o Big Bang. Estas galáxias levaram vários bilhões de anos para se agruparem em aglomerados gigantescos. Isso era o que os cientistas pensavam até então. Agora, os astrônomos do MIT …

Continue lendo »

nov 07

MOO J1142+1527: aglomerado de galáxias gigante observado pelos olhos infravermelhos do SPTIZER e do WISE

Astrônomos descobriram um aglomerado gigante de galáxias em uma parte remota do Universo, graças ao uso em conjunto do Telescópio Espacial SPITZER e do Observatório WISE (Wide-field Infrared Survey Explorer). O aglomerado de galáxias, localizado a 8,5 bilhões de anos-luz, é uma das estruturas mais massivas já encontrada nestas grandes distâncias no Cosmos.

Continue lendo »

Posts mais antigos «

error: Esse blog é protegido!