Arquivo por tag: IAC

jan 24

Descoberta uma das mais brilhantes galáxias distantes “não-ativas” até agora conhecidas

Uma equipe internacional liderada por investigadores do IAC (Instituto de Astrofísica das Canárias) e da ULL (Universidade de La Laguna) descobriu uma das galáxias “não-ativas” mais luminosas do Universo primordial. A descoberta de BG1429+1202 foi possível graças à “ajuda” de uma enorme galáxia elíptica ao longo da linha de visão do objeto, que agiu como uma …

Continue lendo »

nov 20

GJ 536b: uma super-Terra revelada em estrela próxima visível em ambos os hemisférios da Terra

O estudante de doutorado Alejandro Suárez Mascareño, pertencente ao IAC (Instituto de Astrofísica das Canárias) e da Universidade de La Laguna, juntamente com os coordenadores de sua tese Rafael Rebolo e Jonay Isaí González Hernández descobriram a super-Terra GJ 536b, cuja massa foi estimada em cerca de 5,36 (±0,69) vezes a da Terra (0,0169 ( -0,002 +0,0022 ) …

Continue lendo »

abr 17

A ocultação de Vênus e a Lua crescente por Rosenberg & Daniel López

O planeta do Sistema Solar interior Vênus em fase cheia e uma fina Lua crescente são objetos geralmente encontrados próximos do Sol nos céus terrestres. Essa imagem capturada na madrugada de 6 de abril de 2016, a partir de uma sequência de fotos, mostra a Lua e Vênus subindo nos céus logo antes do nascer do …

Continue lendo »

fev 16

A região de formação estelar Sharpless 2-106 capturada pelo Hubble e processada por Brandon Pimenta

A obscurecida estrela massiva IRS 4 começa a espalhar seus ventos. IRS 4 se formou a ‘apenas’ 100.000 anos e o material ejetado pela estrela recém-nascida formatou a nebulosa Sharpless 2-106 (S106), retratada na imagem em destaque acima. Um largo disco de poeira e gás orbita a IRS 4 (Infrared Source 4), disco este visível em tons de marrom, perto do …

Continue lendo »

ago 21

NGC 6888: A Nebulosa Crescente sob a lente de Daniel Lopez – IAC

A nebulosa Crescente, NGC 6888, é uma bolha cósmica com 25 x 16 anos-luz de diâmetro, insuflada pelos ventos estelares de sua massiva estrela central, uma violenta Wolf-Rayet. Este belíssimo retrato da nebulosa foi feito a partir do telescópio Isaac Newton no observatório Roque de los Muchachos da IAC, nas Ilhas Canárias.

Continue lendo »

jul 19

Ou4: A Nebulosa da Lula Gigante por Romano Corradi

http://apod.nasa.gov/apod/ap140718.html

  Uma misteriosa aparição que nos lembra uma lula etérea é esta nebulosa bem tênue mas de grande tamanho nos céus. Nesta composição de imagens, formando um mosaico, capturada pelo telescópio Isaac Newton de 2,5 metros, vemos uma área correspondente a 2,5 luas cheias na direção da constelação de Cepheus.

Continue lendo »

nov 16

Será o Lítio um elemento chave para a busca de sistemas planetários extra-solares?

As estrelas similares ao Sol com baixo conteúdo de lítio destacam-se como fortes candidatas a abrigar planetas, segundo afirma um estudo liderado por pesquisadores do Instituto de Astrofísica de Canárias (IAC). O lítio (um dos elementos mais leves que se conhece e bem fácil de detectar através das análises do espectro da luz emanada por …

Continue lendo »

set 23

M16: ESO mostra uma águia de proporções cósmicas

M16: Situada a cerca de 7.000 anos-luz de distância, na direção da Constelação da Serpente, conhecida popularmente como a Nebulosa da Águia é um berçário estelar brilhante, uma região de gás e poeira onde há uma pletora de estrelas em formação e um enxame de estrelas jovens, quentes (NGC 6611) e de grande massa. A …

Continue lendo »

nov 22

Ken Freeman fala sobre como se detectar a Matéria Escura a partir da análise da rotação das Galáxias

Ao astrônomo Ken Freeman interessa estudar as forças que governam as galáxias e como as galáxias chegam a agrupar-se em diferentes formas e tamanhos. Mas se há algo que o intriga especialmente, trata-se da ‘matéria escura’. Ken Freeman foi o pioneiro em assinalar a presença da matéria escura ao redor de galáxias como a Via Láctea. Entusiasta da observação do céu a “olho-nú”, ele confessa ser admirador das Nuvens de Magalhães. Ken Freeman, além de ser uma figura ativa na astronomia internacional, é catedrático na Escola de Investigação de Astronomia e Astrofísica do Observatório de Monte Stromlo, na Universidade Nacional da Austrália.

error: Esse blog é protegido!