Arquivo por tag: ESO

jul 07

O instrumento SPHERE do ESO descobre um exoplaneta único

A procura de exoplanetas — outros mundos em órbita de outras estrelas — é uma das mais desafiantes e excitantes áreas da astronomia atual. O exoplaneta HIP 65426b foi descoberto recentemente com o auxílio do instrumento SPHERE (Spectro-Polarimetric High-contrast Exoplanet REsearch instrument) montado no Very Large Telescope do ESO (VLT). Situado a cerca de 385 anos-luz de distância, HIP …

Continue lendo »

jun 30

ALMA revela segredos do turbulento nascimento de estrelas gêmeas “bebês”  

Usando o complexo de radiotelescópios do ESO, o ALMA (Atacama Large Millimeter/submillimeter Array), pesquisadores obtiveram uma pista crítica para um problema subjacente: como é que se formam os sistemas binários de grande separação? O time descobriu estrelas gêmeas recém-nascidas, de massa muito baixa, com eixos de rotação desalinhados. Este desalinhamento indica que se formaram em …

Continue lendo »

jun 14

VST captura três em um: a Nebulosa da Águia, a Nebulosa Ômega e a nuvem Sharpless 2-54

Dois dos residentes mais famosos do céu dividem os holofotes com um vizinho menos conhecido, nesta enorme imagem de 3 bilhões de pixels obtida pelo Telescópio de Rastreio do VLT do ESO (VST). À direita vemos a tênue nuvem de gás brilhante conhecida por Sharpless 2-54, no centro temos a Nebulosa da Águia e à …

Continue lendo »

jun 08

ALMA descobre ingrediente da vida em torno de estrelas recém-nascidas do tipo solar

O ALMA observou estrelas como o Sol em uma fase muito inicial da sua formação e descobriu traços de isocianato de metila — um bloco constituinte de vida. Esta é a primeira vez que se detecta esta molécula pré-biótica em protoestrelas do tipo solar, isto é, estrelas do tipo da protoestrela que deu origem ao …

Continue lendo »

maio 24

Galáxias recentemente descobertas com rápido crescimento podem elucidar enigma cosmológico – astrônomos mostram imagens da mais antiga fusão cósmica

Astrônomos descobriram um novo tipo de galáxia no Universo Primordial, menos de um bilhão de anos após o Big Bang. Estas galáxias estão formando estrelas a um ritmo cem vezes superior ao da nossa própria Via Láctea. A descoberta poderá explicar uma descoberta anterior: uma população de galáxias surpreendentemente massivas 1,5 bilhões de anos após …

Continue lendo »

maio 22

ESO: A moldagem do espelho secundário do ELT foi bem sucedida, esse é o maior espelho convexo já fabricado

A moldagem do bloco para o espelho secundário do Extremely Large Telescope (ELT) do ESO acaba de ser executada pela SCHOTT, em Mainz, na Alemanha. O espelho final terá 4,2 metros de diâmetro e pesará 3,5 toneladas. Será o maior espelho secundário já utilizado num telescópio, sendo também o maior espelho convexo já fabricado. Quando …

Continue lendo »

maio 19

FADO: uma ferramenta inovadora para reconstruir a história das galáxias

FADO é uma nova ferramenta de análise, desenvolvida pelos astrofísicos do Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço (IA) [1] Jean Michel Gomes e Polychronis Papaderos, que usa a luz emitida quer pelas estrelas, quer pelo gás ionizado de uma galáxia, para reconstruir a sua história de formação através do uso de algoritmos genéticos. Esta ferramenta …

Continue lendo »

maio 15

ALMA: Alimentando a estrela bebê HH212 com um hambúrguer poeirento

Esta imagem curiosa pode parecer uma coleção de bolhas coloridas, mas na realidade trata-se de uma imagem de alta resolução de uma estrela recém nascida envolvida em poeira. Situada a apenas 1.300 anos-luz de distância, na constelação de Órion, a estrela HH212 é muito jovem. A vida média de uma estrela de pequena massa como …

Continue lendo »

maio 08

ESO/ALMA: “Verde e Azul”

Na paisagem inóspita do deserto do Atacama, no Chile, as antenas do Atacama Large Millimeter/submillimeter Array (ALMA) parecem de outro mundo, banhadas por uma luz neon verde. Esta luz é na realidade uma característica própria do ALMA, não tendo nada a ver com alguma evidência de atividade alienígena! A rede de antenas possui uma luz verde …

Continue lendo »

maio 03

O telescópio VISTA enxerga através do véu de poeira da Pequena Nuvem de Magalhães

A Pequena Nuvem de Magalhães é uma galáxia proeminente que pode ser vista a olho nu no céu austral. No entanto, os telescópios que operam no visível não conseguem obter uma visão clara desta galáxia, devido às nuvens de poeira interestelar que a obscurecem. As capacidades infravermelhas do VISTA permitiram aos astrônomos observar a miríade …

Continue lendo »

Posts mais antigos «

error: Esse blog é protegido!