Arquivo por tag: ESA

fev 20

Revelando a origem e a natureza da periferia das megalópoles estelares

O mais detalhado estudo [1] da periferia de galáxias elípticas massivas a meio da idade atual do Universo foi feito por uma equipe internacional liderada por Fernando Buitrago, do IA (Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço [2] e da FCUL (Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa). O estudo foi publicado na revista MNRAS (Monthly …

Continue lendo »

fev 15

OH 231.8+04.2: a Nebulosa do ‘Ovo Podre’ revelada pelo Hubble e processada por Judy Schmidt

Nuvens em expansão revelam espetacularmente o fim da vida útil da estrela central na Nebulosa Calabash. Uma estrela antes ordinária, similar ao nosso Sol, esgotou o seu combustível nuclear, causando que suas áreas centrais se contraíssem e criassem uma anã branca. Durante o processo de contração, parte da energia liberada fez com que suas camadas externas se …

Continue lendo »

fev 12

A Nebulosa da Borboleta capturada pelo Hubble e processada por Jesús M.Vargas e Maritxu Poyal

Os brilhantes aglomerados e nebulosas nos céus da Terra são usualmente chamados por flores ou insetos. As asas dessa borboleta cósmica se espalham por 3 anos luz. Essa nebulosa foi catalogada como NGC 6302. A estrela moribunda central dessa nebulosa tem uma temperatura estimada de 250.000 graus Celsius. A estrela à morte progenitora dessa nebulosa planetária específica se tornou excepcionalmente …

Continue lendo »

fev 09

GAIA revela que as Nuvens de Magalhães são galáxias ligadas por uma ponte de estrelas e gás

As Nuvens de Magalhães, as duas maiores galáxias-satélite da Via Láctea, parecem estar ligadas por uma ponte que se estende por 43.000 anos-luz, conforme nova pesquisa de um time internacional de astrônomos, liderada por investigadores da Universidade de Cambridge. A descoberta foi divulgada na revista MNRAS (Monthly Notices of the Royal Astronomical Society) e se …

Continue lendo »

fev 06

Arp 142: a galáxia do Golfinho pelo Hubble

O que está acontecendo com essa galáxia espiral? Há cerca de algumas centenas de milhões de anos a galáxia NGC 2936 (a que aparece acima nesse grupo de duas grandes galáxias em destaque) era provavelmente uma espiral normal, girando e criando estrelas, sozinha no espaço. Então, a NGC 2936 se aproximou dramaticamente da massiva galáxia elíptica NGC 2937 …

Continue lendo »

fev 05

Hubble fornece o mapa da trajetória interestelar da viagem das espaçonaves Voyager 1 e 2

As duas sondas Voyager da NASA estão viajando por território inexplorado em sua viagem para além do nosso Sistema Solar. Ao longo do caminho, as espaçonaves medem o meio interestelar, o ambiente misterioso que existe entre as estrelas. O Telescópio Espacial Hubble da NASA está fornecendo o roteiro, medindo e estudando o material ao longo …

Continue lendo »

jan 26

Lentes gravitacionais suportam a descoberta que a expansão do Universo se dá mais rápido do que se pensava

Através do uso de galáxias massivas como lentes gravitacionais gigantes, um grupo internacional de astrônomos, com o auxílio do Telescópio Espacial Hubble da NASA/ESA, fez uma medição independente de quão rápido o Universo está em expansão. A recém-medida velocidade de expansão, para o Universo local, é consistente com as descobertas anteriores. Estes estão, no entanto, …

Continue lendo »

jan 23

Daphnis é uma lua geradora de ondas nos anéis de Saturno

Mergulhando próxima das bordas externas dos anéis de Saturno em 16 de janeiro de 2017 a espaçonave robótica Cassini capturou a visão mais próxima até a data da pequena lua Daphnis. Essa lua tem 8 quilômetros de diâmetro e orbita dentro do brilhante sistema de anéis, na lacuna de Keeler, gerando ondas no material anelar.

Continue lendo »

jan 10

No centro da Galáxia Espiral NGC 5033

O que está acontecendo no centro da galáxia espiral NGC 5033? Muitos fenômenos estão em ação por lá, alguns cíclicos, outros energéticos e uns ainda não totalmente compreendidos. NGC 5033 é classificada como uma galáxia Seyfert por causa da sua grande atividade que tem sido medida no seu núcleo. Estrelas brilhantes, poeira escura e gás interestelar giram rapidamente em volta …

Continue lendo »

jan 09

IC 4406: uma nebulosa em formato de quadrado?

Como pode uma estrela redonda gerar uma nebulosa retangular? Esse enigma vem a luz quando estudamos uma nebulosa planetária tipo a IC 4406. Evidências sugerem que na realidade a nebulosa IC 4406 é provavelmente um cilindro oco. Assim, a sua aparência quadrada seria o resultado do nosso ponto de vista, ao observar esse formato cilíndrico de lado.

Continue lendo »

Posts mais antigos «