Arquivo por tag: Damian Peach

fev 25

As ‘quase’ três caudas do cometa 2P/Encke por Fritz Helmut Hemmerich

Como pode um cometa ter três caudas? Normalmente, um cometa abriga duas caudas: Uma cauda iônica formada de partículas eletricamente carregadas emitidas pelo cometa e empurradas para fora pelo vento solar; Uma cauda de poeira que abriga diminutos escombros que orbitam atrás do cometa, mas que também sofrem alguma interferência do vento solar. Contudo, frequentemente, um cometa vai apresentar aos …

Continue lendo »

mar 25

NGC 3372: a Grande Nebulosa em Carina por Damian Peach

Dentro de uma das mais brilhantes partes da Via Láctea reside uma nebulosa onde eventos notáveis ocorrem. A NGC 3372, conhecida como a Grande Nebulosa em Carina, é o lar de massivas estrelas e nebulosas em mutação.

Continue lendo »

nov 28

O cometa 67P Churyumov-Gerasimenko se afasta do Sol por Damian Peach

Embora não seja um brilhante cometa, 67P/Churyumov-Gerasimenko navega lentamente através dos céus na madrugada terrestre perto da linha da eclíptica onde os planetas orbitam. Esta composição capturada por Damian Peach a partir de imagens telescópicas seguem o progresso do cometa 67P a medida que se move para longe do Sol, depois do periélio de 13 …

Continue lendo »

set 09

NGC 1316: depois das galáxias colidirem por Damian Peach

Os astrônomos se transformam em detectives quando tentam compreender o que causa surpreendentes visões cósmicas como a da galáxia NGC 1316. A investigação indica que a NGC 1316 é uma gigantesca galáxia elíptica que começou há cerca de 100 milhões de anos a devorar uma galáxia espiral vizinha de menor porte, a NGC 1317, visível logo acima da NGC 1316, …

Continue lendo »

ago 15

Rosetta captura explosão no cometa 67P/Churyumov-Gerasimenko antes do periélio

Esta dramática erupção do núcleo do cometa 67P/Churyumov-Gerasimenko ocorreu em 12 de agosto de 2015, apenas algumas horas antes do cometa atingir o periélio, ou seja, sua máxima aproximação do Sol. Esta vigorosa imagem deste núcleo cometário de dois lobos, 4 quilômetros de largura, foi capturada pela Rosetta a cerca de 325 quilômetros de distância, mostrando o …

Continue lendo »

error: Esse blog é protegido!