Arquivo por tag: Cosmic Microwave Background

fev 24

B3 0727+409: a radiação de fundo de micro-ondas do Big Bang permitiu a descoberta de jato relativístico emanado por quasar distante

Astrônomos usaram o Observatório de Raios-X Chandra da NASA para descobrir um jato emitido por um buraco negro supermassivo muito distante iluminado pela luz mais antiga do Universo. Esta descoberta mostra que os buracos negros com jatos poderosos podem ser mais comuns do que se pensava nos primeiros bilhões de anos após o Big Bang. …

Continue lendo »

abr 07

Astrônomos usam dados dos observatórios Planck e Herschel para elucidar a origem dos aglomerados de galáxias

Através da combinação de observações do Universo distante feitas com os observatórios espaciais da ESA (Agência Espacial Europeia) Herschel e Planck, os cosmologistas descobriram objetos candidatos a serem os percursores de vastos aglomerados de galáxias que vemos hoje em dia.

Continue lendo »

out 06

A sonda anisotrópica WMAP se aposenta após 9 anos de operação, mas as pesquisas prosseguem…

A sonda anisotrópica de rastreamento de microondas WMAP (Wilkinson Microwave Anisotropy Probe) concluiu as suas observações da radiação cósmica de fundo, a radiação primordial do Universo, após nove anos de operação. A sonda forneceu a comunidade científica informações inéditas sobre o brilho cósmico remanescente e propiciou a consolidação do modelo científico que descreve a história …

Continue lendo »

out 03

Planck revela segredos do nascimento do Universo

A espaçonave PLANCK da ESA (European Space Agency) foi lançada no espaço em 14 de maio de 2009. Seu destino é observar o brilho do gás cósmico cerca de 380.000 anos após o Big Bang (13,73±0,12 bilhões de anos atrás), a radiação de microondas cósmica de fundo (CMB – Cosmic Microwave Background radiation). As propriedades …

Continue lendo »

out 02

Quando Universos colidem, como saber sobre isso?

Se nosso Universo se chocou uma vez contra outro, como poderíamos ser capazes de ver as evidências disso nos confins do cosmos? Perguntam-se os astrofísicos. Até onde podemos dizer, o Universo tem aproximadamente 93 bilhões de anos luz de tamanho e menos de 13,73±0,12[1] bilhões de anos de idade. Isto é algo que tem feito …

Continue lendo »