Arquivo por tag: berçário estelar

jan 28

N159 e a Nebulosa de Papillon na Grande Nuvem de Magalhães

Com cerca de 150 anos luz de diâmetro, este turbilhão cósmico de gás e poeira não está tão longe de nós. Essa ‘pintura cósmica’ reside ao sul da Nebulosa da Tarântula dentro da nossa galáxia satélite Grande Nuvem de Magalhães a cerca de 180.000 anos luz de distância.

Continue lendo »

jan 19

NGC 1333, vdB12 e vdB13: um triângulo de nuvens moleculares por Lorand Fenyes

Nuvens de poeira de estrelas navegam através dessa paisagem cósmica. Essa cena espacial cobre uma área de quase 2 graus nos céus, através da nuvem molecular de Perseus que reside a cerca de 850 anos luz da Terra. Esse triângulo de nebulosas poeirentas, que reflete a luz das estrelas lá embutidas, foi capturado nesse campo de …

Continue lendo »

nov 29

Westerhout 5: dentro da ‘Alma’ da formação estelar por José Jiménez Priego (Astromet)

Onde é que as estrelas se formam? Na maioria das vezes as estrelas se formam em regiões energéticas onde gás e poeira cósmica escura são atraídos em um processo de caótica mutilação. Essa astrofotografia de José Jiménez Priego (Astromet) revela estrelas massivas brilhantes, perto do centro de W5, a Nebulosa da Alma (também catalogada como: Westerhout 5, …

Continue lendo »

nov 19

IC 5070: um ‘poeirento’ Pelicano em Cygnus por Steve Richards (Chanctonbury Observatory)

O perfil reconhecível da Nebulosa do Pelicano reside a quase 2.000 anos luz na direção da constelação de Cygnus (O Cisne).

Continue lendo »

nov 12

NGC 7822: estrelas jovens esculpem pilares de gases e poeira cósmica em Cepheus capturados por Steve Cannistra (StarryWonders)

Jovens e quentes estrelas juntamente com pilares cósmicos de gás e poeira se agrupam na NGC 7822. Residindo na fronteira de uma nuvem molecular gigante na direção da constelação de Cepheus, essa brilhante região de formação estelar se localiza a 3.000 anos luz da Terra. Dentro da nebulosa, bordas brilhantes e formatos escuros se destacam nessa colorida paisagem celeste.

Continue lendo »

nov 09

NGC 3603: um notável aglomerado próximo com surto explosivo de formação estelar

Situado a ‘apenas’ 20.000 anos luz do nosso Sol, o aglomerado estelar NGC 3603 reside no braço espiral próximo de Carina, em nossa Galáxia Via Láctea. NGC 3603 é bem conhecido dos astrônomos como uma das maiores regiões de formação estelar em nossa galáxia. O aglomerado estelar aberto central contém milhares de estrelas mais massivas que o nosso Sol, …

Continue lendo »

nov 04

A poeirenta galáxia NGC 253 por Dietmar Hager e Eric Benson

A luminosa NGC 253 é uma das mais brilhantes galáxias espirais visíveis no céu com auxílio de instrumentos, mas também é uma das mais “sujas de poeira”. Essa galáxia é conhecida popularmente como “Galáxia do Dólar de Prata” (Silver Dollar Galaxy), devido a sua aparência na visão de pequenos telescópios ou também como a “Galáxia do …

Continue lendo »

out 17

M42: a nebulosa de Órion pelo Herschel

Essa deslumbrante imagem revela as entranhas da M42 (Nebulosa de Órion), uma região onde reside o mais próximo berçário estelar. Usando dados nos comprimentos de onda do infravermelho, capturados pelo Observatório Espacial Herschel da ESA, essa composição em cores falsas explora essa nuvem cósmica de formação estelar que dista cerca de 1.500 anos luz.

Continue lendo »

out 12

M33: as nuvens de hidrogênio da galáxia do Triângulo por Danilo Pivato e Gimmi Ratto

A majestosa galáxia espiral M33 parece possuir bem mais que deveria da sua quota esperada de gás hidrogênio brilhante. M33 é um importante membro do grupo local de galáxias. Também conhecida como a Galáxia do Triângulo, ela reside a cerca de 3 milhões de anos luz da nossa galáxia e seu diâmetro mede cerca de …

Continue lendo »

out 11

A Parede de formação estelar em Cygnus por Sara Wager

Algumas vezes estrelas se formam em ‘paredes’, melhor dizendo, em paredes brilhantes de gás interestelar. Nessa vívida paisagem cósmica, estrelas estão surgindo na estrutura de emissão em formato de um W conhecida como a “Parede do Cisne” (Cygnus Wall).

Continue lendo »

Posts mais antigos «