Arquivo por tag: APOD

mar 13

Poeiras, gases e estelas na Nebulosa de Órion por Jesús M.Vargas e Maritxu Poyal

A Grande Nebulosa de Órion, uma imensa região de formação estelar próxima, é provavelmente a mais famosa das nebulosas astronômicas. Na imagem em destaque, filamentos de poeira escura e gás brilhante envolvem estrelas jovens quentes e massivas na fronteira dessa gigantesca nuvem molecular interestelar situada a ‘apenas’ 1.500 anos luz. Aqui, parte do centro da nebulosa é revelada nessa detalhada imagem, …

Continue lendo »

mar 12

UGC 12591: a galáxia de rotação mais rápida conhecida

Por que essa galáxia gira tão rapidamente? Primeiramente, tentar identificar de que tipo de galáxia a UGC 12591 consiste é uma tarefa bastante difícil. A UGC 12591 possui faixas de poeira distribuídas como no formato de uma galáxia espiral, mas também possui um gigantesco e difuso bojo central de estrelas como vemos em geral nas galáxias lenticulares. Assim, a …

Continue lendo »

mar 04

NGC 2170: uma natureza morta cósmica revelada por Adam Block

A empoeirada nebulosa NGC 2170 brilha (acima e à esquerda) nesta belíssima ‘pintura celestial’. Melhor dizendo, esta ‘natureza morta cósmica’ parece ter sido criada por um pincel espacial. Refletindo a luz das estrelas quentes próximas, a nebulosa NGC 2170 se agrupa com outras nebulosas de reflexão azuladas e uma região compacta de emissão avermelhada. A …

Continue lendo »

mar 03

Eclipse anular de 26 de fevereiro de 2017 na Patagônia por Vincent Bouchama

Ao Norte da Patagônia, os céus matinais estavam claros e azuis no domingo, 26 de fevereiro de 2017… De fato, essa composição sequencial de imagens mostra o Valle Hermoso em Facundo, Chubut, Argentina, seguindo o Sol desde que nasceu no horizonte a leste, passando pela captura de um eclipse solar anular (anelar). A pitoresca cena foi criada por Vincent Bouchama a …

Continue lendo »

fev 28

Arte Joviana: uma nuvem oval de alta pressão sobre Júpiter capturada pela sonda Juno

Essa nuvem de tempestade em Júpiter tem praticamente o tamanho do nosso planeta Terra. Designada como o oval branco, esse turbilhão de gases é um sistema de alta pressão equivalente a um anticiclone terrestre.

Continue lendo »

fev 25

As ‘quase’ três caudas do cometa 2P/Encke por Fritz Helmut Hemmerich

Como pode um cometa ter três caudas? Normalmente, um cometa abriga duas caudas: Uma cauda iônica formada de partículas eletricamente carregadas emitidas pelo cometa e empurradas para fora pelo vento solar; Uma cauda de poeira que abriga diminutos escombros que orbitam atrás do cometa, mas que também sofrem alguma interferência do vento solar. Contudo, frequentemente, um cometa vai apresentar aos …

Continue lendo »

fev 24

A portentosa galáxia espiral NGC 3621 capturada pelo ESO e Hubble, processada por Robert Gendler e Roberto Colombari

Muito além do grupo local de galáxias reside a espiral NGC 3621, uma galáxia ‘grand design‘, situada a cerca de 22 milhões de anos luz de distância de nós. Encontramos a NGC 3621 na constelação meridional de Hydra, a maior de todas as constelações nos céus. Os magníficos braços espirais desse portentoso universo-ilha estão carregados de aglomerados de estrelas luminosas azuis, …

Continue lendo »

fev 18

A Tulipa e o microquasar Cygnus X-1 por Ivan Eder

Capturando uma brilhante região de emissão, essa visão telescópica retrata uma área ao longo do plano da nossa galáxia Via Láctea na direção da constelação rica em nebulosas conhecida por Cygnus, o Cisne. Popularmente conhecida como a nebulosa da Tulipa, essa luminosa nuvem de gás interestelar e poeira cósmica consta do catálogo de 1959 produzido pelo astrônomo Stewart Sharpless com a …

Continue lendo »

fev 15

OH 231.8+04.2: a Nebulosa do ‘Ovo Podre’ revelada pelo Hubble e processada por Judy Schmidt

Nuvens em expansão revelam espetacularmente o fim da vida útil da estrela central na Nebulosa Calabash. Uma estrela antes ordinária, similar ao nosso Sol, esgotou o seu combustível nuclear, causando que suas áreas centrais se contraíssem e criassem uma anã branca. Durante o processo de contração, parte da energia liberada fez com que suas camadas externas se …

Continue lendo »

fev 14

NGC 2237: a ‘Nebulosa Roseta’ por Evangelos Souglakos

Se a Nebulosa Roseta (Rosette Nebula) tivesse outro nome pareceria tão delicada? A insípida designação dada pelo New General Catalog (sigla NGC) da nuvem cósmica NGC 2237 não parece influenciar e diminuir a beleza da aparência dessa nebulosa de emissão em formato de flor. Dentro da nebulosa reside um aglomerado estelar aberto com brilhantes estrelas, designado como NGC 2244. As estrelas por lá se formaram há ‘apenas’ …

Continue lendo »

Posts mais antigos «

» Posts mais novos

error: Esse blog é protegido!