Arquivo por tag: APOD

abr 08

Spitzer revela Zeta Ophiuchi: uma estrela fugitiva e seu arco frontal de choque

Como um navio singrando através mares cósmicos, a estrela em fuga Zeta Ophiuchi (Zeta Oph) produz uma onda de proa interestelar, formando um arco de choque visto através deste retrato infravermelho deslumbrante, capturado pelo observatório espacial de infravermelho Spitzer. Nesta visão de cores falsas, a azulada estrela Zeta Ophiuchi, cerca de 20 vezes mais massiva …

Continue lendo »

mar 27

SH2-155: a Nebulosa da Caverna por Eric Coles e Mel Helm

Essa paisagem celeste caracteriza a poeirenta região de emissão catalogada como Sh2-155 no catálogo de Sharpless, conhecida popularmente como a “Nebulosa da Caverna”. Nessa imagem telescópica, capturada por Eric Coles e Mel Helm, utilizando filtros de faixa estreita, vislumbramos ao brilho avermelhado emanado pelos átimos de hidrogênio ionizado. A “Nebulosa da Caverna” reside a cerca de 2.400 anos luz, ao longo …

Continue lendo »

mar 24

Como são as fases de Vênus? Daniel Herron nos mostra.  D

Da mesma forma que a Lua passa através de fases, o lado visível iluminado de Vênus pela luz solar se mostra tanto crescente como decrescente [minguante].

Continue lendo »

mar 22

Hubble: Estrelas em fuga revelam o embate gravitacional ocorrido em um sistema que se desmantelou séculos atrás na Nebulosa Kleinmann-Low dentro do Complexo de Órion

Enquanto as famílias reais inglesas lutavam a Guerra das Rosas no século XV para controlar o trono da Inglaterra, um grupo de estrelas travava uma luta contenciosa: uma autêntica guerra estelar  em Órion. Estrelas lutavam entre si em um conflito gravitacional, que terminou com o sistema se desmantelando, com pelo menos três estrelas ejetadas em …

Continue lendo »

mar 14

M42/M43: no Coração de Órion por Christoph Kaltseisd

Próximo ao centro desse preciso e magnífico retrato cósmico, no âmago da Nebulosa de Órion, residem quatro estrelas bem massivas muito quentes (entre 15 a 30 massas solares), as quais fazem parte do aglomerado aberto do Trapézio (Trapezium), descoberto por Galileo Galilei.

Continue lendo »

mar 13

Poeiras, gases e estelas na Nebulosa de Órion por Jesús M.Vargas e Maritxu Poyal

A Grande Nebulosa de Órion, uma imensa região de formação estelar próxima, é provavelmente a mais famosa das nebulosas astronômicas. Na imagem em destaque, filamentos de poeira escura e gás brilhante envolvem estrelas jovens quentes e massivas na fronteira dessa gigantesca nuvem molecular interestelar situada a ‘apenas’ 1.500 anos luz. Aqui, parte do centro da nebulosa é revelada nessa detalhada imagem, …

Continue lendo »

mar 12

UGC 12591: a galáxia de rotação mais rápida conhecida

Por que essa galáxia gira tão rapidamente? Primeiramente, tentar identificar de que tipo de galáxia a UGC 12591 consiste é uma tarefa bastante difícil. A UGC 12591 possui faixas de poeira distribuídas como no formato de uma galáxia espiral, mas também possui um gigantesco e difuso bojo central de estrelas como vemos em geral nas galáxias lenticulares. Assim, a …

Continue lendo »

mar 04

NGC 2170: uma natureza morta cósmica revelada por Adam Block

A empoeirada nebulosa NGC 2170 brilha (acima e à esquerda) nesta belíssima ‘pintura celestial’. Melhor dizendo, esta ‘natureza morta cósmica’ parece ter sido criada por um pincel espacial. Refletindo a luz das estrelas quentes próximas, a nebulosa NGC 2170 se agrupa com outras nebulosas de reflexão azuladas e uma região compacta de emissão avermelhada. A …

Continue lendo »

mar 03

Eclipse anular de 26 de fevereiro de 2017 na Patagônia por Vincent Bouchama

Ao Norte da Patagônia, os céus matinais estavam claros e azuis no domingo, 26 de fevereiro de 2017… De fato, essa composição sequencial de imagens mostra o Valle Hermoso em Facundo, Chubut, Argentina, seguindo o Sol desde que nasceu no horizonte a leste, passando pela captura de um eclipse solar anular (anelar). A pitoresca cena foi criada por Vincent Bouchama a …

Continue lendo »

fev 28

Arte Joviana: uma nuvem oval de alta pressão sobre Júpiter capturada pela sonda Juno

Essa nuvem de tempestade em Júpiter tem praticamente o tamanho do nosso planeta Terra. Designada como o oval branco, esse turbilhão de gases é um sistema de alta pressão equivalente a um anticiclone terrestre.

Continue lendo »

Posts mais antigos «

error: Esse blog é protegido!