Arquivo por categoria: Nebulosas

mar 27

SH2-155: a Nebulosa da Caverna por Eric Coles e Mel Helm

Essa paisagem celeste caracteriza a poeirenta região de emissão catalogada como Sh2-155 no catálogo de Sharpless, conhecida popularmente como a “Nebulosa da Caverna”. Nessa imagem telescópica, capturada por Eric Coles e Mel Helm, utilizando filtros de faixa estreita, vislumbramos ao brilho avermelhado emanado pelos átimos de hidrogênio ionizado. A “Nebulosa da Caverna” reside a cerca de 2.400 anos luz, ao longo …

Continue lendo »

mar 22

Hubble: Estrelas em fuga revelam o embate gravitacional ocorrido em um sistema que se desmantelou séculos atrás na Nebulosa Kleinmann-Low dentro do Complexo de Órion

Enquanto as famílias reais inglesas lutavam a Guerra das Rosas no século XV para controlar o trono da Inglaterra, um grupo de estrelas travava uma luta contenciosa: uma autêntica guerra estelar  em Órion. Estrelas lutavam entre si em um conflito gravitacional, que terminou com o sistema se desmantelando, com pelo menos três estrelas ejetadas em …

Continue lendo »

mar 19

ALMA: protoestrela resplandece e remodela o seu berçário estelar em NGC 6334I-MM1

Uma protoestrela gigante, profundamente aninhada no seu berçário estelar poeirento, recentemente “rugiu ferozmente”, brilhando quase 100 vezes mais do que antes. Esta explosão, aparentemente desencadeada por uma avalanche de gás formador de estrelas que se chocou contra a superfície da estrela, apoia a teoria de que as estrelas jovens podem sofrer surtos de crescimento intenso …

Continue lendo »

mar 14

M42/M43: no Coração de Órion por Christoph Kaltseisd

Próximo ao centro desse preciso e magnífico retrato cósmico, no âmago da Nebulosa de Órion, residem quatro estrelas bem massivas muito quentes (entre 15 a 30 massas solares), as quais fazem parte do aglomerado aberto do Trapézio (Trapezium), descoberto por Galileo Galilei.

Continue lendo »

mar 13

Poeiras, gases e estelas na Nebulosa de Órion por Jesús M.Vargas e Maritxu Poyal

A Grande Nebulosa de Órion, uma imensa região de formação estelar próxima, é provavelmente a mais famosa das nebulosas astronômicas. Na imagem em destaque, filamentos de poeira escura e gás brilhante envolvem estrelas jovens quentes e massivas na fronteira dessa gigantesca nuvem molecular interestelar situada a ‘apenas’ 1.500 anos luz. Aqui, parte do centro da nebulosa é revelada nessa detalhada imagem, …

Continue lendo »

mar 06

LL Pegasi: ALMA e Hubble estudam uma espiral celeste diferente

Embora esta imagem pareça ser o padrão de uma concha na praia, a espiral intrigante que aqui vemos é na realidade um fenômeno astronômico da natureza. O Atacama Large Millimeter/submillimeter Array (ALMA) obteve esta imagem de um sistema estelar binário, onde duas estrelas — LL Pegasi e a sua companheira — estão presas em uma …

Continue lendo »

mar 04

NGC 2170: uma natureza morta cósmica revelada por Adam Block

A empoeirada nebulosa NGC 2170 brilha (acima e à esquerda) nesta belíssima ‘pintura celestial’. Melhor dizendo, esta ‘natureza morta cósmica’ parece ter sido criada por um pincel espacial. Refletindo a luz das estrelas quentes próximas, a nebulosa NGC 2170 se agrupa com outras nebulosas de reflexão azuladas e uma região compacta de emissão avermelhada. A …

Continue lendo »

fev 18

A Tulipa e o microquasar Cygnus X-1 por Ivan Eder

Capturando uma brilhante região de emissão, essa visão telescópica retrata uma área ao longo do plano da nossa galáxia Via Láctea na direção da constelação rica em nebulosas conhecida por Cygnus, o Cisne. Popularmente conhecida como a nebulosa da Tulipa, essa luminosa nuvem de gás interestelar e poeira cósmica consta do catálogo de 1959 produzido pelo astrônomo Stewart Sharpless com a …

Continue lendo »

fev 15

OH 231.8+04.2: a Nebulosa do ‘Ovo Podre’ revelada pelo Hubble e processada por Judy Schmidt

Nuvens em expansão revelam espetacularmente o fim da vida útil da estrela central na Nebulosa Calabash. Uma estrela antes ordinária, similar ao nosso Sol, esgotou o seu combustível nuclear, causando que suas áreas centrais se contraíssem e criassem uma anã branca. Durante o processo de contração, parte da energia liberada fez com que suas camadas externas se …

Continue lendo »

fev 14

NGC 2237: a ‘Nebulosa Roseta’ por Evangelos Souglakos

Se a Nebulosa Roseta (Rosette Nebula) tivesse outro nome pareceria tão delicada? A insípida designação dada pelo New General Catalog (sigla NGC) da nuvem cósmica NGC 2237 não parece influenciar e diminuir a beleza da aparência dessa nebulosa de emissão em formato de flor. Dentro da nebulosa reside um aglomerado estelar aberto com brilhantes estrelas, designado como NGC 2244. As estrelas por lá se formaram há ‘apenas’ …

Continue lendo »

Posts mais antigos «

» Posts mais novos

error: Esse blog é protegido!