Arquivo por categoria: Nebulosas

jun 24

Girassóis em Sagittarius por Andrew Campbell

Três brilhantes nebulosas são usualmente observadas através de tours telescópicos na constelação de Sagittarius e os populosos campos estelares do centro da Via Láctea. De fato, o turista astronômico do século XVIII Charles Messier catalogou duas delas: a M8 (à esquerda do centro da imagem) e a colorida M20 (na parte inferior do quadro). A terceira nebulosa (NGC 6559) …

Continue lendo »

jun 14

As nebulosas do Pelicano e da América do Norte por Ezequiel Etcheverry

Aqui vemos ‘formatos familiares’ em localizações ‘não familiares’. Na esquerda se vê a nebulosa de emissão catalogada como NGC 7000, famosa parcialmente pois lembra o mapa do continente da América do Norte. A região de emissão à direita da Nebulosa América do Norte é IC 5070, também conhecida por suas sugestivas formas como a Nebulosa do Pelicano.

Continue lendo »

jun 10

NGC 6888: a Nebulosa Crescente por Michael Miller e Jimmy Walker

A Nebulosa Crescente (NGC 6888) é uma bolha cósmica de 25 anos luz de diâmetro, insuflada por ventos emanados pela sua massiva e energética estrela central. Este preciso retrato telescópico usa dados em banda estreita que isola a luz irradiada pelos átomos de hidrogênio e oxigênio presentes na nebulosa soprada pelo vento estelar. Os átomos de …

Continue lendo »

jun 08

A Cabeça do Cavalo em infravermelho pelo Hubble

Esta é uma visão inédita que mostra uma parte da constelação de Órion bastante conhecida de todos nós: a Nebulosa Cabeça do Cavalo (Barnard 33). Esta imagem fez parte das celebrações do 23º aniversário do Hubble. Elevando-se como um gigantesco cavalo marinho rodeado por turbulentas ondas de gás e poeira cósmica a nebulosa Barnard 33 …

Continue lendo »

jun 05

O Cometa PanSTARRS e a Nebulosa da Hélice por Fritz Helmut Hemmerich

O Cometa e a Nebulosa em um só quadro É bem raro que dois objetos tão distintos e pitorescos sejam capturados junto na mesma imagem. Tal ocasião está ocorrendo, no entanto, e foi fotografada há dois dias (03 de junho de 2016) em combinadas exposições paralelas a partir das Ilhas Canarias da Espanha pelo astrofotógrafo Fritz Helmut Hemmerich.

Continue lendo »

jun 03

IC 2944: Estrelas e gases da Nebulosa de Lambda Centauri, conhecida popularmente como a ‘Galinha Correndo’

Para alguns, popularmente, essa nebulosa parece uma galinha gigante correndo através dos céus. Para outros, é claro, parece uma nebulosa gasosa onde formação estelar está em curso. Catalogada como IC 2944, a  “Nebulosa da Galinha Correndo” se espalha por 100 anos luz e reside a 6.000 anos luz de distância da Terra, na direção da constelação do Centauro (Centaurus).

Continue lendo »

maio 29

NGC 6543: a Nebulosa Olho de Gato em toda a sua extensão por Josh Smith

A Nebulosa Olho de Gato (NGC 6543) é uma das mais conhecidas nebulosas planetárias. Suas formas mais familiares são vistas na região central mais brilhante da nebulosa, vistas aqui nessa abrangente imagem composta. Esse mosaico combina várias exposições de curto e longo período que revelam seu halo externo mais tênue.

Continue lendo »

maio 28

NGC 3372: a Grande Nebulosa Carina por Peter Ward

A Grande Nebulosa Carina é uma joia dos céus do hemisfério sul, catalogada como NGC 3372, se espalha por 300 anos luz, consistindo em uma das mais relevantes regiões de formação estelar em nossa galáxia.

Continue lendo »

maio 26

IC 5067 na Nebulosa do Pelicano por Roberto Colombari

Esse proeminente cume de emissão apresentado nessa precisa e colorida paisagem cósmica está catalogado como a nebulosa IC 5067. Parte de uma nebulosa de emissão de maior porte com uma forma distinta, popularmente chamado de Nebulosa do Pelicano, o cume IC 5067 se estende por cerca de 10 anos luz, seguindo a curva da cabeça …

Continue lendo »

maio 24

Sequência de imagens do Chandra (raios-X) e do VLA (rádio) capturam a expansão do remanescente de supernova de Tycho de 1572

Em 1572, a estrela que explodiu para criar esta nebulosa remanescente de supernova foi tão luminosa que era observada durante o dia. O astrônomo dinamarquês Tycho Brahe escreveu um livro sobre as suas extensas observações desse notável evento e por isso, em sua honra, a supernova de 1572 ganhou o seu nome. Nos tempos modernos, …

Continue lendo »

Posts mais antigos «