Arquivo por categoria: Galáxias

fev 24

A portentosa galáxia espiral NGC 3621 capturada pelo ESO e Hubble, processada por Robert Gendler e Roberto Colombari

Muito além do grupo local de galáxias reside a espiral NGC 3621, uma galáxia ‘grand design‘, situada a cerca de 22 milhões de anos luz de distância de nós. Encontramos a NGC 3621 na constelação meridional de Hydra, a maior de todas as constelações nos céus. Os magníficos braços espirais desse portentoso universo-ilha estão carregados de aglomerados de estrelas luminosas azuis, …

Continue lendo »

fev 20

Revelando a origem e a natureza da periferia das megalópoles estelares

O mais detalhado estudo [1] da periferia de galáxias elípticas massivas a meio da idade atual do Universo foi feito por uma equipe internacional liderada por Fernando Buitrago, do IA (Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço [2] e da FCUL (Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa). O estudo foi publicado na revista MNRAS (Monthly …

Continue lendo »

fev 09

GAIA revela que as Nuvens de Magalhães são galáxias ligadas por uma ponte de estrelas e gás

As Nuvens de Magalhães, as duas maiores galáxias-satélite da Via Láctea, parecem estar ligadas por uma ponte que se estende por 43.000 anos-luz, conforme nova pesquisa de um time internacional de astrônomos, liderada por investigadores da Universidade de Cambridge. A descoberta foi divulgada na revista MNRAS (Monthly Notices of the Royal Astronomical Society) e se …

Continue lendo »

fev 06

Arp 142: a galáxia do Golfinho pelo Hubble

O que está acontecendo com essa galáxia espiral? Há cerca de algumas centenas de milhões de anos a galáxia NGC 2936 (a que aparece acima nesse grupo de duas grandes galáxias em destaque) era provavelmente uma espiral normal, girando e criando estrelas, sozinha no espaço. Então, a NGC 2936 se aproximou dramaticamente da massiva galáxia elíptica NGC 2937 …

Continue lendo »

jan 26

Lentes gravitacionais suportam a descoberta que a expansão do Universo se dá mais rápido do que se pensava

Através do uso de galáxias massivas como lentes gravitacionais gigantes, um grupo internacional de astrônomos, com o auxílio do Telescópio Espacial Hubble da NASA/ESA, fez uma medição independente de quão rápido o Universo está em expansão. A recém-medida velocidade de expansão, para o Universo local, é consistente com as descobertas anteriores. Estes estão, no entanto, …

Continue lendo »

jan 24

Descoberta uma das mais brilhantes galáxias distantes “não-ativas” até agora conhecidas

Uma equipe internacional liderada por investigadores do IAC (Instituto de Astrofísica das Canárias) e da ULL (Universidade de La Laguna) descobriu uma das galáxias “não-ativas” mais luminosas do Universo primordial. A descoberta de BG1429+1202 foi possível graças à “ajuda” de uma enorme galáxia elíptica ao longo da linha de visão do objeto, que agiu como uma …

Continue lendo »

jan 21

Abell 3411 versus Abell 3412: colisão de aglomerados de galáxias criou poderoso acelerador de partículas cósmicas

Astrônomos descobriram uma combinação de dois dos fenômenos mais poderosos do Universo, um buraco negro supermassivo em ação e a colisão de aglomerados de galáxias gigantes. A conjugação desses eventos criou um estupendo acelerador de partículas cósmicas. Combinando dados do Observatório de raios-X Chandra da NASA, do GMRT (Giant Metrewave Radio Telescope) na Índia, do …

Continue lendo »

jan 15

A massa da Via Láctea foi refinada pelos cientistas que agora a estimam usando o que sabem, o que sabem parcialmente e o que está ainda incerto

Trata-se de um enorme problema com ‘complexidade galáctica’, mas os cientistas agora estão mais perto de medir, com precisão, a efetiva massa da Via Láctea. Na recente série de artigos que poderão ter implicações mais amplas para o campo da astronomia, a astrofísica Gwendolyn Eadie, da Universidade de McMaster, trabalhando com o seu supervisor de …

Continue lendo »

jan 14

A notável galáxia perfilada NGC 891 por Adam Block

A galáxia espiral de grande porte NGC 891 tem um diâmetro de cerca de 100.000 anos luz e é vista aqui da perspectiva terrestre quase que exatamente de perfil. De fato, residindo a cerca de 30 milhões de anos luz da Terra, na direção da constelação de Andrômeda, a galáxia NGC 891 parece em muito com a nossa …

Continue lendo »

jan 13

As estrelas mais distantes da Via Láctea provavelmente foram roubadas de outra galáxia, a ‘anã de Sagitário’

As 11 estrelas mais distantes conhecidas da nossa Galáxia estão localizadas a cerca de 300.000 anos-luz da Terra, bem além do disco espiral da Via Láctea. Uma nova pesquisa feita por astrônomos de Harvard mostra que metade dessas estrelas podem ter sido arrancadas de outra galáxia: a ‘anã de Sagitário’. Além disso, esses corpos são …

Continue lendo »

Posts mais antigos «