Arquivo por categoria: Estrelas

jan 16

49 Lib: uma estrela antes presumidamente jovem é verdadeiramente uma anciã galáctica

Esta era considerada uma ‘adolescente’ entre as estrelas da sua classe. Mas agora uma coisa ficou clara: este objeto celeste foi formado quando a nossa Galáxia nasceu. Por que os cientistas erraram tanto durante tantas décadas? 49 Lib é uma estrela relativamente brilhante da classe F7 V, visível nos céus do hemisfério sul na direção da …

Continue lendo »

jan 11

O VLT vai procurar planetas no sistema Alfa Centauri

ESO assina acordo com Breakthrough Initiatives O ESO assinou um acordo com a Breakthrough Initiatives para adaptar a instrumentação do Very Large Telescope, instalado no Chile, visando realizar uma busca de planetas no sistema estelar vizinho Alfa Centauri. Tais planetas poderão ser alvos para eventuais lançamentos de sondas espaciais miniaturas pela Breakthrough Starshot initiative.

Continue lendo »

dez 26

NGC 6357: a Maravilhosa Fábrica Estelar por L, Townsley et al (UKIRT), Chandra e Spitzer

Por razões ainda desconhecidas, a região NGC 6357 está formando as mais massivas estrelas até então descobertas. Essa região complexa de maravilhas da formação estelar consiste em numerosos filamentos de gás e poeira cósmica envolvendo gigantescas cavidades onde residem massivos aglomerados estelares. Os padrões intricados são causados por interações complexas entre os ventos interstelares, pressões de …

Continue lendo »

dez 24

ESO determina com precisão a órbita de Proxima Centauri após 100 anos, fornecendo evidências de que Proxima orbita de fato o par de estrelas Alfa Centauri

O interesse suscitado pelo sistema estelar vizinho de Alfa Centauri tem sido particularmente elevado desde a recente descoberta de um planeta com a massa da Terra, chamado Proxima b, em órbita da terceira estrela do sistema (a mais próxima do Sol) — Proxima Centauri. Apesar do par estelar maior do sistema, Alfa Centauri A e B, parecer …

Continue lendo »

dez 22

ALMA e VLA estudam os locais de nascimento das estrelas atualmente mais comuns

Os astrônomos analisaram pela primeira vez o local exato onde a maioria das estrelas atuais nasceram. Para obter esses resultados os cientistas usaram tanto o VLA (Karl G. Jansky Very Large Array) do NSF (National Science Foundation) quanto o ALMA (Atacama Large Millimeter/submillimeter Array) para observar galáxias distantes, da forma como eram há cerca de …

Continue lendo »

dez 20

Anis Abdul e Kfir Simon revelam a bolha cósmica Sharpless 2-308, uma nebulosa criada por uma violenta estrela de Wolf-Rayet

Esta grande bolha cósmica é uma nebulosa criada pelos vigorosos ventos de sua massiva estrela central. Catalogada como Sharpless 2-308, esta nebulosa quase transparente reside a certa de 5.200 anos luz na direção da constelação do Cão Maior (Canis Major). Esta nebulosa cobre nos céus um tamanho ligeiramente maior que o de uma Lua Cheia. Tal corresponde ao …

Continue lendo »

dez 02

AE Aurigae e a Nebulosa da Estrela Flamejante por Adam Block

Uma massiva estrela em fuga ilumina a “Nebulosa da Estrela Flamejante”, nessa paisagem cósmica. Essa nebulosa está catalogada como IC 405. Suas nuvens interestelares de gás e poeira cósmica reside a cerca de 1.500 anos luz na direção constelação de Auriga. AE Aurigae (o objeto muito brilhante na parte superior esquerda do quadro) é uma estrela …

Continue lendo »

nov 30

A Via Láctea sobre o naufrágio de Chubasco por Sergio Montúfar (Planetario Ciudad de La Plata)

O que aconteceu com esse navio? Ele foi carregado do mar para dentro da terra por uma gigante tempestade que assolou a costa da Argentina em 2002.

Continue lendo »

nov 29

Westerhout 5: dentro da ‘Alma’ da formação estelar por José Jiménez Priego (Astromet)

Onde é que as estrelas se formam? Na maioria das vezes as estrelas se formam em regiões energéticas onde gás e poeira cósmica escura são atraídos em um processo de caótica mutilação. Essa astrofotografia de José Jiménez Priego (Astromet) revela estrelas massivas brilhantes, perto do centro de W5, a Nebulosa da Alma (também catalogada como: Westerhout 5, …

Continue lendo »

nov 25

ESASKY: Todo o céu ao seu alcance

Como vê o XMM-Newton um remanescente de uma supernova em raios-X? E como o mesmo objeto pode ser visto em observações de luz visível a partir do telescópio espacial Hubble? É fácil saber através da aplicação em rede ESASky, que põe à nossa disposição os dados públicos disponíveis de todas as missões científicas da ESA. Fazendo …

Continue lendo »

Posts mais antigos «