Arquivo por categoria: Astrofotografia

maio 15

ALMA: Alimentando a estrela bebê HH212 com um hambúrguer poeirento

Esta imagem curiosa pode parecer uma coleção de bolhas coloridas, mas na realidade trata-se de uma imagem de alta resolução de uma estrela recém nascida envolvida em poeira. Situada a apenas 1.300 anos-luz de distância, na constelação de Órion, a estrela HH212 é muito jovem. A vida média de uma estrela de pequena massa como …

Continue lendo »

maio 14

IC 410: a formação estelar na Nebulosa do Girino capturada pelo WISE e processada por Francesco Antonucci

O que está acontecendo na Nebulosa do Girino? A resposta principal é: “formação estelar”. A poeirenta nebulosa de emissão do Girino, catalogada formalmente como IC 410, reside a cerca de 12.000 anos luz na constelação do Cocheiro (Auriga), observável nos céus do hemisfério norte.

Continue lendo »

maio 12

Arp 273: Hubble captura UGC 1810, uma galáxia altamente interativa com sua companheira UGC 1813

O que está acontecendo nessa galáxia espiral? Embora vários detalhes permaneçam incertos, os astrônomos certamente julgam que se relacionam com a batalha em andamento entre a galáxia maior e sua vizinha menor. A galáxia em destaque na imagem (UGC 1810) juntamente com sua parceira em colisão (UGC 1813 – que não aparece na imagem acima) é uma dupla conhecida …

Continue lendo »

maio 10

M1: um incrível retrato composto da Nebulosa do Caranguejo pelo Spitzer, XMM-Newton, VLA e Chandra

Um grupo de astrônomos produziu uma imagem altamente detalhada da Nebulosa do Caranguejo (M1), combinando dados de diversos telescópios abrangendo quase toda a amplitude do espectro eletromagnético, desde as ondas de rádio vistas pelo VLA (Karl G. Jansky Very Large Array) até ao poderoso brilho de raios-X capturado pelo Observatório Espacial Chandra. Foram incluídos, dentro …

Continue lendo »

maio 03

O telescópio VISTA enxerga através do véu de poeira da Pequena Nuvem de Magalhães

A Pequena Nuvem de Magalhães é uma galáxia proeminente que pode ser vista a olho nu no céu austral. No entanto, os telescópios que operam no visível não conseguem obter uma visão clara desta galáxia, devido às nuvens de poeira interestelar que a obscurecem. As capacidades infravermelhas do VISTA permitiram aos astrônomos observar a miríade …

Continue lendo »

abr 25

Astrônomos observam imagens múltiplas de uma Supernova Tipo Ia através de lente gravitacional capturadas pelo Hubble

Um time de astrônomos utilizou de forma inédita o Telescópio Espacial Hubble da NASA/ESA para analisar imagens múltiplas de uma supernova do tipo Ia através de uma lente gravitacional. As quatro imagens da estrela em explosão serão usadas para medir a expansão do Universo. Isto pode ser feito sem quaisquer pressupostos teóricos acerca do modelo …

Continue lendo »

abr 24

NuSTAR elucida o mistério da origem da fonte dominante de raios-X de alta energia em Andrômeda

A galáxia de grande porte mais próxima da Via Láctea, Andrômeda, contém uma fonte dominante de emissão de raios-X altamente energéticos, mas a identidade dessa fonte permanecia desconhecida até então. Como reportado em estudo recente, a missão NuSTAR (Nuclear Spectroscopic Telescope Array) da NASA localizou um objeto responsável por esta radiação de alta energia. Segundo …

Continue lendo »

abr 23

“Ao Seu Alcance”

O céu que cobre o Observatório do Paranal do ESO parece uma ‘aquarela cósmica’ nesta Fotografia da Semana do ESO, com verdes, amarelos e azuis juntando-se para criar esta paisagem celeste incandescente. A paisagem rochosa e desolada faz lembrar um mundo alienígena, perfeitamente complementado com o espetáculo cósmico brilhante no céu. A estrutura principal é a …

Continue lendo »

abr 22

Cassini captura a Terra e a Lua entre os anéis de Saturno

Em 12 de abril de 2017, quando o Sol estava diretamente bloqueado por Saturno, a câmera da espaçonave robótica Cassini mirou o Sistema Solar interior entre os anéis iluminados do planeta gigante. Ao topo desse mosaico de imagens vemos o grande anel A com sua larga lacuna Encke e a mais fina lacuna Keeler. Na parte …

Continue lendo »

abr 21

A nebulosa planetária da Aranha Vermelha capturada pelo Hubble e enriquecida por Jesús Vargas e Maritxu Poyal

Observe na imagem em destaque a teia emaranhada que uma nebulosa planetária pode tecer. De fato, a Nebulosa Planetária da Aranha Vermelha exibe uma complexa estrutura resultante do processo que ocorre quando uma estrela convencional (como o Sol) ejeta suas camadas externas e depois se transforma em uma anã branca.

Continue lendo »

Posts mais antigos «

» Posts mais novos

error: Esse blog é protegido!