Arquivo por categoria: Astrofotografia

jan 17

ESO: O ALMA começa a observar o Sol

Novas imagens obtidas com o ALMA (Atacama Large Millimeter/submillimeter Array), instalado no Chile, revelaram detalhes sobre o Sol, invisíveis de outro modo, incluindo uma nova vista sobre o centro escuro e contorcido de uma mancha solar com quase o dobro do diâmetro da Terra. As imagens foram as primeiras obtidas do Sol com uma infraestrutura …

Continue lendo »

jan 14

A notável galáxia perfilada NGC 891 por Adam Block

A galáxia espiral de grande porte NGC 891 tem um diâmetro de cerca de 100.000 anos luz e é vista aqui da perspectiva terrestre quase que exatamente de perfil. De fato, residindo a cerca de 30 milhões de anos luz da Terra, na direção da constelação de Andrômeda, a galáxia NGC 891 parece em muito com a nossa …

Continue lendo »

jan 10

No centro da Galáxia Espiral NGC 5033

O que está acontecendo no centro da galáxia espiral NGC 5033? Muitos fenômenos estão em ação por lá, alguns cíclicos, outros energéticos e uns ainda não totalmente compreendidos. NGC 5033 é classificada como uma galáxia Seyfert por causa da sua grande atividade que tem sido medida no seu núcleo. Estrelas brilhantes, poeira escura e gás interestelar giram rapidamente em volta …

Continue lendo »

jan 09

IC 4406: uma nebulosa em formato de quadrado?

Como pode uma estrela redonda gerar uma nebulosa retangular? Esse enigma vem a luz quando estudamos uma nebulosa planetária tipo a IC 4406. Evidências sugerem que na realidade a nebulosa IC 4406 é provavelmente um cilindro oco. Assim, a sua aparência quadrada seria o resultado do nosso ponto de vista, ao observar esse formato cilíndrico de lado.

Continue lendo »

jan 08

Sharpless 249 e a elusiva Nebulosa da Medusa por Eric Coles

Normalmente tênue e furtiva, a Nebulosa da Medusa (Jellyfish Nebula) foi capturada neste sedutor mosaico telescópico. Essa eclética cena está ancorada abaixo pela brilhante estrela Propus (Eta Geminorum), no pé da constelação dos Gêmeos celestiais [Castor (Alpha Geminorum) e Pollux (Beta Geminorum)] enquanto que a Nebulosa da Medusa (IC 443) é o luminoso arco de emissão com seus tentáculos …

Continue lendo »

jan 07

PGC 1000714: os astrônomos observam uma galáxia extremamente rara  

Situada a cerca de 359 milhões de anos-luz da Terra, há uma galáxia de nome inócuo (PGC 1000714) que não se parece com muito com quaisquer outros objetos que os astrônomos já tenham observado. Uma nova investigação fornece uma primeira descrição de um núcleo elíptico bem definido envolvido por dois anéis circulares formando uma galáxia …

Continue lendo »

jan 06

Arp 273: uma dupla peculiar de galáxias por Wolfgang Ries e Stefan Heutz

Enquanto as pontiagudas estrelas no primeiro plano nesse preciso retrato cósmico estejam imersas em nossa Galáxia Via Láctea, as duas galáxias, que se destacam e capturam nossa atenção no centro da imagem, situam-se muito, muito longe, bem além da Via Láctea, a uma distância acima de 300 milhões de anos luz. A aparência bastante distorcida do par central de …

Continue lendo »

jan 05

Nuvens de cirros interestelares poeirentos ‘cercam’ Andrômeda por Rogelio Bernal Andreo

Em geral a belíssima Galáxia M31 (Andrômeda) é retratada pelos astrônomos baseados no solo terrestre com grande frequência. Afinal, trata-se de uma enorme galáxia espiral vizinha e uma vista familiar com suas raias de poeira escura, seu núcleo brilhante amarelado (fruto de estrelas antigas) e seus braços espirais traçados pela azulada luz estelar, resultante de estrelas …

Continue lendo »

jan 04

O rastreamento VISTA revela os segredos escondidos de Órion e mostra a imagem mais detalhada até hoje no infravermelho próximo da nuvem molecular Órion A

Esta bela imagem é um dos maiores mosaicos em alta resolução no infravermelho próximo da nuvem molecular Orion A, a fábrica de estrelas massivas mais próxima que se conhece, situada a cerca de 1350 anos-luz de distância da Terra. Esta imagem foi obtida com o telescópio infravermelho de rastreamento VISTA instalado no Observatório do Paranal …

Continue lendo »

jan 01

M20: a nebulosa Trífida em infravermelho examinada pelo SPITZER

A Nebulosa Trífida (NGC 6514), catalogada como Messier 20, é relativamente fácil de ser encontrada com telescópios de menor porte. Trífida é uma nebulosa rica que reside na direção da constelação de Sagittarius. As imagens no espectro visível mostram a nebulosa dividida em três partes por trilhas de poeira escuras. Na verdade, o nome Trífida significa “dividida em três lóbulos”. Esta …

Continue lendo »

Posts mais antigos «