«

»

dez 26

NGC 6357: a Maravilhosa Fábrica Estelar por L, Townsley et al (UKIRT), Chandra e Spitzer

https://apod.nasa.gov/apod/image/1612/ngc6357_nasa_3600.jpg

NGC 6357 – créditos: em raios-X – Chandra/NASA/CXC/PSU/L. Townsley et al; no visível – UKIRT; em infravermelho – Spitzer/NASA/JPL-Caltech

Por razões ainda desconhecidas, a região NGC 6357 está formando as mais massivas estrelas até então descobertas.

Essa região complexa de maravilhas da formação estelar consiste em numerosos filamentos de gás e poeira cósmica envolvendo gigantescas cavidades onde residem massivos aglomerados estelares.

Os padrões intricados são causados por interações complexas entre os ventos interstelares, pressões de radiação, campos magnéticos poderosos e a gravidade.

A imagem em destaque inclui não apenas objetos na luz visível capturados pelo telescópio UKIRT no Havaí (tons de azul) como parte do recenseamento SSS (SuperCosmos Sky Surveys), mas também contém a radiação infravermelha obtida através do observatório orbital Spitzer da NASA (tons de laranja) e raios-X coletados pelos observatório orbital Chandra  da NASA (em rosa).

NGC 6357 se espalha por cerca de 100 anos luz e reside a 5.500 anos luz de distância na direção da constelação do Escorpião (Scorpius).

Os astrônomos estimam que dentro de 10 milhões de anos, as estrelas mais massivas vistas na NGC 6357 terão já explodido em supernovas.

Fontes

NASA: Cosmic ‘Winter’ Wonderland

Chandra: NGC 6357: Cosmic ‘Winter’ Wonderland

APOD: NGC 6357: Stellar Wonderland – créditos: em raios-X – Chandra/NASA/CXC/PSU/L. Townsley et al; no visível – UKIRT; em infravermelho – Spitzer/NASA/JPL-Caltech

._._.

Deixe uma resposta

error: Esse blog é protegido!