«

»

nov 28

Uma “Lua nadadora” em La Silla por Petr Horálek

https://cdn.eso.org/images/large/potw1648a.jpg

Uma Lua ‘nadadora’ – Crédito: P. Horálek/ESO

O famoso deserto árido do Atacama pode parecer um lugar estranho para a Lua dar um mergulho, mas nesta imagem intrigante, obtida pelo Embaixador Fotográfico do ESO Petr Horálek, é isso mesmo que parece acontecer!

Inicialmente alta no céu, o crescente da Lua desce lentamente através do límpido céu chileno, até chegar às regiões mais espessas da atmosfera, situadas logo acima do horizonte.

Horálek comentou:

Foi aqui que começou uma “peça de teatro rara”. O fino crescente da Lua distorceu-se opticamente, tomando uma “estranha forma serpenteante”.

Isso ocorreu à medida que a sua luz passava através de camadas de ar com diferentes densidades, causadas por diferentes pressões, temperaturas e umidade. A Lua perdeu as suas curvas suaves, aparecendo-nos com uma forma em zig-zag — “como se nadasse”. O efeito das diferentes camadas de atmosfera próximas fez com que diferentes partes da imagem da Lua fossem refratadas de modo diferente, à medida que esta desaparecia por baixo do horizonte.

Todas estas imagens foram obtidas no Observatório de La Silla do ESO, na direção do oceano Pacífico.

Fontes

ESO: The Swimming Moon

Petr Horálek Photography: Venus and the swimming Moon

._._.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

error: Esse blog é protegido!