Arquivo por mês: novembro de 2016

nov 30

Cientistas sugerem que a formação do nosso Sistema Solar foi causada por uma supernova de baixa massa

Um time de pesquisa liderado pelo professor Yong-Zhong Qian da Escola de Física e Astronomia da Universidade de Minnesota (EUA) usou novos modelos e evidências a partir de meteoritos para demonstrar que uma supernova de baixa massa foi responsável pelo desencadeamento da formação do nosso Sistema Solar. Há cerca de 4,6 bilhões de anos, uma …

Continue lendo »

nov 30

A Via Láctea sobre o naufrágio de Chubasco por Sergio Montúfar (Planetario Ciudad de La Plata)

O que aconteceu com esse navio? Ele foi carregado do mar para dentro da terra por uma gigante tempestade que assolou a costa da Argentina em 2002.

Continue lendo »

nov 29

Westerhout 5: dentro da ‘Alma’ da formação estelar por José Jiménez Priego (Astromet)

Onde é que as estrelas se formam? Na maioria das vezes as estrelas se formam em regiões energéticas onde gás e poeira cósmica escura são atraídos em um processo de caótica mutilação. Essa astrofotografia de José Jiménez Priego (Astromet) revela estrelas massivas brilhantes, perto do centro de W5, a Nebulosa da Alma (também catalogada como: Westerhout 5, …

Continue lendo »

nov 28

Arp 240: Hubble captura uma ponte entre duas galáxias espirais em processo de fusão

Por que há uma ponte de matéria entre essas duas galáxias espirais? Essa ‘ponte cósmica’ fornece fortes evidências que esses dois imensos sistemas estelares passaram próximos entre si e experimentaram violentas forças de maré induzidas pela gravidade mútua. A dupla de galáxias espirais está catalogada como Arp 240 e individualmente como NGC 5257 e NGC 5258. Simulações computacionais e as …

Continue lendo »

nov 28

Uma “Lua nadadora” em La Silla por Petr Horálek

O famoso deserto árido do Atacama pode parecer um lugar estranho para a Lua dar um mergulho, mas nesta imagem intrigante, obtida pelo Embaixador Fotográfico do ESO Petr Horálek, é isso mesmo que parece acontecer! Inicialmente alta no céu, o crescente da Lua desce lentamente através do límpido céu chileno, até chegar às regiões mais …

Continue lendo »

nov 27

NGC 7635: uma bolha em um oceano cósmico por Sébastien Gozé

Você consegue ver a bolha no centro dessa paisagem cósmica? Aparentemente boiando em um oceano cósmico repleto de estrelas e gases brilhantes, essa aparição delicada flutuante surge nessa imagem de campo largo. Esse formato translúcido é conhecido popularmente como a Nebulosa da Bolha (NGC 7635). Essa nebulosa mede ‘apenas’ 10 anos luz. A Nebulosa da Bolha e o largo …

Continue lendo »

nov 26

“Funil” descoberto em Marte pode ser um lugar a se buscar vida

Uma depressão de forma incomum em Marte poderia ser um novo local para procurar sinais de vida, conforme estudo liderado por cientistas da Universidade do Texas, em Austin. A depressão foi provavelmente formada por um vulcão embaixo de um glaciar e poderá ter sido um ambiente quente e rico em produtos químicos, possivelmente adequado para …

Continue lendo »

nov 25

ESASKY: Todo o céu ao seu alcance

Como vê o XMM-Newton um remanescente de uma supernova em raios-X? E como o mesmo objeto pode ser visto em observações de luz visível a partir do telescópio espacial Hubble? É fácil saber através da aplicação em rede ESASky, que põe à nossa disposição os dados públicos disponíveis de todas as missões científicas da ESA. Fazendo …

Continue lendo »

nov 24

Kepler 11145123: uma estrela muito redonda

Todos sabemos que as estrelas não são esferas perfeitas. Enquanto esses objetos giram, tornam-se mais achatados devido à força centrífuga. Um time de pesquisadores liderado por Laurent Gizon do Instituto Max Planck para Pesquisa do Sistema Solar e da Universidade de Gotinga conseguiu agora medir, com uma precisão sem precedentes, o achatamento de uma estrela …

Continue lendo »

nov 23

NGC 4414: Uma Galáxia Espiral Floculenta e a Matéria Escura

Quanta massa uma galáxia espiral floculenta esconde? A imagem em cores reais da galáxia espiral floculenta NGC 4414 foi capturada pelo Telescópio Espacial Hubble para ajudar a responder essa questão.

Continue lendo »

Posts mais antigos «