«

»

set 11

M8: a larga e profunda ‘lagoa cósmica’ por Michael Miller e Jimmy Walker

http://apod.nasa.gov/apod/image/1609/M8-8-25-16-webMillerWalker2048.jpg

M8 – a Nebulosa da Lagoa por Michael Miller e Jimmy Walker

Cumes de gás interestelar brilhante e nuvens de poeira escuras habitam as turbulentas profundezas cósmicas da Nebulosa da Lagoa. Também conhecida como M8, essa brilhante região de formação de estrelas reside a cerca de 5.000 anos luz de distância do Sol.

Essa região consiste em uma parada popular em viagens telescópicas na constelação de Sagitário, em direção ao centro da nossa Via Láctea.

Dominada pela emissão avermelhada reveladora emanada pelos átomos de hidrogênio ionizado ao se recombinar com os elétrons livres, esta deslumbrante vista profunda da Nebulosa da Lagoa cobre uma área de quase 100 anos luz de diâmetro.

À direita do centro, em forma de ampulheta brilhante compacta, o compacto gás ionizado é esculpido por radiação energética e ventos estelares extremos de uma jovem estrela massiva, Herschel 36. Na verdade, as muitas estrelas brilhantes do aglomerado estelar aberto NGC 6530, à deriva dentro da nebulosa, se formaram recentemente na região há vários milhões de anos.

Fonte –  APOD: The Wide and Deep Lagoon – crédito da imagem©: Michael MillerJimmy Walker

._._.

1 menção

  1. M8: a Nebulosa da Lagoa em alta definição do VST por Roberto Colombari e E. Recurt » O Universo - Eternos Aprendizes

    […] formalmente como M8, essa nebulosa fotogênica é visível inclusive por binóculos na direção da […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

error: Esse blog é protegido!