«

»

jun 19

19 de junho de 2009 – Tradição cultural budista na China

Não Há Dia Sem História
19 de junho de 2009
Tradição cultural budista na China
Atlas Estelar Dunhuang

Atlas Estelar Dunhuang

No dia 19 de junho de 2009, há sete anos, a NASA publicou em seu diário “Astronomy Picture of the Day” esta foto de um antigo mapa chinês das estrelas visíveis no hemisfério Norte.

O documento, chamado de Dunhuang Star Atlas, está guardado na Biblioteca Britânica em Londres. É um atlas estrelar que estava com mais 40 mil outros manuscritos descobertos num complexo de cavernas em Silk Road, rota da seda, em 1900. As cavernas haviam sido seladas por volta do século 11 e os documentos ficaram preservados devido ao clima seco. Redescobertas, as cavernas foram reabertas por volta de 1900. Em 1907 o arqueólogo húngaro Aurel Stein encontrou o pergaminho e o enviou, junto com mais 7 mil outros manuscritos, para o Museu Britânico, onde foi arquivado mas praticamente esquecido. Somente o sinólogo Joseph Needham interessou-se por ele, por volta do ano de 1955.

Em 2004 foi iniciado um trabalho de pesquisa que se beneficiou da ajuda do International Dunhuang Project, um programa multi-nacional para digitalizar e distribuir em todo o mundo o conteúdo desta coleção única.

Astrônomos revelam que o “atlas” Duhuang contém mais de 1300 estrelas distribuídas em 257 constelações chinesas. As estrelas mais brilhantes estão localizadas com grande  precisão. O desenho foi feito entre os anos 649 e 684 e o autor pode ter sido o matemático e astrônomo Li Chunfeng. É a primeira representação pictórica do firmamento, feita na Terra. O Dunhuang Star Atlas foi apresentado ao público, pela Biblioteca Britânica, durante o ano de 2009, como parte das comemorações do Ano Internacional de Astronomia, e também pela revista Nature (edição 11 de junho de 2009). Um detalhado estudo  foi apresentado pelo Journal of Astronomical History and Heritage.

análise da precisão do gráfico Dunhuang

Análise da precisão do gráfico Dunhuang

A análise da precisão do gráfico Dunhuang: correlação exata entre posições medidas e previstas das estrelas mais brilhantes na região de Orion.

comparação das posições previstas no mapa

Comparação das posições previstas no mapa

A análise da precisão do gráfico Dunhuang: comparação das posições previstas (círculos abertos) e medidas (pontos pretos).

Para saber mais, leia: The oldest extant star chart

Milton W.

._._.

Deixe uma resposta

error: Esse blog é protegido!