«

»

maio 28

NGC 3372: a Grande Nebulosa Carina por Peter Ward

http://apod.nasa.gov/apod/image/1605/Trumpler14c_ward.jpg

NGC 3372 – A Grande Nebulosa Carina por Peter Ward

A Grande Nebulosa Carina é uma joia dos céus do hemisfério sul, catalogada como NGC 3372, se espalha por 300 anos luz, consistindo em uma das mais relevantes regiões de formação estelar em nossa galáxia.

Assim como a menor e mais ao norte Grande Nebulosa de Órion, a Nebulosa Carina é discernível sem auxílio de equipamentos, embora fique a 7.500 anos luz de distância, cerca de 5 vezes mais distante que a Grande Nebulosa de Órion.

Essa portentosa visão telescópica em close-up nos revela detalhes notáveis dos brilhantes filamentos centrais da região central compostos de gás interstelar e obscuras nuvens de poeira cósmica.

O campo de visão desse quadro cobre uma área de 50 anos luz de diâmetro. A Nebulosa Carina é o lar de estrelas jovens e extremamente massivas, incluindo as estrelas do aglomerado estelar aberto Trumpler 14 (abaixo e à direita do centro da imagem, logo acima das curiosas silhuetas enegrecidas da nebulosa) e a enigmática estrela variável Eta Carinae, um behemoth estelar com 100 vezes a massa do Sol. Eta Carinae é a estrela mais brilhante, vista logo acima da poeirenta Nebulosa do Buraco de Fechadura (Keyhole Nebula – NGC 3324). Para facilitar a identificação dos objetos inserimos abaixo uma imagem do Hubble comentada.

http://heritage.stsci.edu/2007/16/images/i0716bw.jpg

Nebulosa Carina com os objetos principais anotados. Crédito: NASA, ESA, Hubble Heritage

Enquanto Eta Carinae esteja prestes a explodir como uma supernova, imagens em raios-X indicam que a Grande Nebulosa Carina consiste verdadeiramente em uma potencial fábrica de supernovas.

Fonte

APOD: The Great Carina Nebula – crédito da imagem©: Peter Ward (Barden Ridge Observatory)

._._.

Deixe uma resposta