«

»

abr 26

NGC 6872: Uma galáxia espiral esticada capturada pelo VLT/ESO e processada por Judy Schmidt

O que faz com essa galáxia espiral seja tão comprida?

http://apod.nasa.gov/apod/image/1604/ngc6872_EsoSchmidt_2043.jpg

A galáxia espiral alongada NGC 6872 – Crédito da imagem: FORS Team, VLT Antu de 8,2-metros do ESO; Processamento & Licença por: Judy Schmidt

Medindo cerca de 700.000 anos luz de um lado ao outro a NGC 6872, também conhecida como a galáxia do Condor, é uma das mais alongadas galáxias espirais barradas conhecidas.

O formato peculiar prolongado da galáxia provavelmente é resultante se sua continua colisão com a galáxia menor IC 4970, visível logo acima do centro da imagem.

Os astrônomos têm um interesse particular no braço espiral da NGC 6872 acima, à esquerda, como mostrado na foto em destaque. Esse braço exibe uma elevada e incomum quantidade regiões de formação estelar azuladas.

A luz que vemos fornecida por esses gigantes em colisão foram geradas antes da era dos dinossauros, há cerca de 300 milhões de anos.

NGC 6872 é visível através de pequenos telescópios na direção da constelação do Pavão (Pavo).

Fonte – ESO: NGC 6872: A Stretched Spiral Galaxy – crédito da imagem: FORS Team8.2-meter VLT AntuESO; Processamento & Licença por: Judy Schmidt

._._.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

error: Esse blog é protegido!