«

»

abr 07

07 de abril de 1983 – o primeiro passeio no espaço a partir de um ônibus espacial [Challenger]

Não Há Dia Sem História

07 de abril de 1983

Primeiro Passeio Espacial a partir de um Space Shuttle

http://www.nasa.gov/multimedia/imagegallery/image_feature_1850.html

Astronautas Story Musgrave e Don Peterson em 7 de abril de 1983, realizando o primeiro passeio pelo espaço a partir do Ônibus Espacial

Em 07 de abril de 1983, há 33 anos, os astronautas Story Musgrave (à esquerda) e Don Peterson  passaram para a história ao realizar o primeiro passeio espacial a partir de um ônibus espacial, ao flutuar no compartimento do veículo espacial Challenger em órbita da Terra. A caminhada espacial da missão STS-6 foi restrita com amarras de fios de segurança. Graças à combinação de corda e arame, Peterson foi capaz de mover-se ao longo dos trilhos de mão do lado da porta.

Inicialmente chamada pelo código STA-099, a Challenger foi construída para servir como um veículo de teste para o programa Space Shuttle da NASA. A Challenger, o segundo ônibus espacial a se juntar a frota de ônibus espaciais da NASA, chegou ao Centro Espacial Kennedy, na Flórida, em Julho de 1982.

A Challenger lançada em sua viagem inaugural, STS-6, em 4 de abril de 1983. Nesta missão vimos a primeira caminhada espacial dentro do programa de ônibus espaciais, bem como a implantação do primeiro satélite: o Sistema de Rastreamento e Retransmissão de Dados.

A Challenger foi também a primeira nave a levar uma astronauta americana, Sally Ride, na missão STS-7. Mais adiante foi o primeiro veículo a levar duas mulheres astronautas americanas juntas em uma missão (STS-41-G).

Mais ainda: a Challenger foi o primeiro ônibus espacial a decolar e pousar à noite na missão STS-8. Challenger também fez o primeiro pouso de um Space Shuttle no Centro Espacial Kennedy, concluindo a missão STS 41-B, entre outros feitos notáveis. Os Spacelabs 2 e 3 (laboratórios espaciais) foram levados a bordo da nave nas missões STS 51-F e STS 51-B, assim como o primeiro Spacelab alemão foi levado na STS 61-A. Uma série de experimentos científicos e implantações de satélite foram missões importantes realizadas que usaram a Challenger.

http://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/8/88/Astronaut-EVA.jpg

O astronauta Bruce McCandless II realiza uma atividade extra-veicular, em inglês, “extra-vehicular activity” (EVA), alguns metros fora da cabine do ônibus especial Challenger. Bruce usa motores a nitrogênio controlados manualmente através da ‘manned maneuvering unit’ (MMU). Ele realiza o EVA sem estar atrelado a espaçonave com a Terra nebulosa ao fundo.

Outro feito notável em uma das missões da Challenger foi realizado por Bruce McCandless. Bruce foi o primeiro homem a caminhar no espaço sem estar ligado à nave-mãe (imagem acima), durante a missão STS-41-B, em fevereiro de 1984.

Uma vista aérea do ônibus espacial Challenger tomada por uma câmera fixa montada no capacete do astronauta Bruce McCandless durante a primeira atividade extra-veiculares (EVA) usando o, controlado com mão, unidade de manobra tripulada propelidas por nitrogênio (MMU). A MMU é um dispositivo que permite que astronautas mover livremente no espaço, sem um grupo de ancoragem.

Nessa imagem vemos de cima o ônibus espacial Challenger em foto capturada em 1984 por uma câmera fixa montada no capacete do astronauta Bruce McCandless durante a primeira atividade extra-veicular (EVA) da história. Bruce usou neste voo a unidade de manobra tripulada propelida por nitrogênio (MMU), controlada a mão por ele. A MMU é um dispositivo que permite que aos astronautas moverem-se livremente no espaço. Com este dispositivo os astronautas não necessitam mais estarem ligados diretamente a nave por corda/arame de segurança (como aconteceu no primeiro passeio  espacial de 07 de abril de 1983). Crédito: NASA/Smithsonian

Lamentavelmente o serviço do Challenger no programa espacial dos Estados Unidos terminou em tragédia em 28 de janeiro de 1986. Apenas 73 segundos depois do lançamento da missão STS-51L, uma falha de reforço causou uma explosão que resultou na perda de sete astronautas, em um dos mais trágicos acidente da história do programa espacial.

._._.

1 comentário

  1. Naldo Barbosa

    nossa que lindo…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

error: Esse blog é protegido!