«

»

dez 21

A Terra Vista do Espaço à Noite: um Sprite Vermelho capturado pela Estação Espacial

Há algo incomum nesta fotografia da Terra, você consegue encontrar?

http://apod.nasa.gov/apod/image/1512/spritenight_iss_4256.jpg

Um fenômeno fugaz que antigamente se pensava ser apenas uma lenda foi recentemente flagrado se você sabe exatamente para onde olhar nessa imagem.

imagem em destaque foi capturada a partir da Estação Espacial Internacional (International Space Station – ISS) no final de abril de 2015 e mostra os painéis solares da ISS familiares no canto esquerdo e parte de um braço robótico na extrema direita.

Esse fenômeno raramente fotografado é conhecido como um ‘sprite vermelho’ (red sprite) e que pode ser visto no quadro, ainda que ligeiramente, apenas sobre a área clara à direita da imagem. A área branca muito brilhante e o sprite vermelho são diferentes tipos de raios, o flash branco é o do tipo mais comum. Veja abaixo no recorte da imagem:

https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/9/92/Sprite_from_ISS_%28cropped%29.jpg

Embora os sprites tenham sido reportados em histórias contadas por 300 anos, eles foram capturados pela primeira vez só em in 1989, por mero acidente.

Muito permanece desconhecido sobre os sprites, incluindo a forma como eles ocorrem, o seu efeito sobre o circuito atmosférico elétrico global e se eles estão de alguma forma relacionados com outros fenômenos atmosféricos de grande altitude tais como as jatos azuis ou flashes de raios gama terrestres.

https://en.wikipedia.org/wiki/Sprite_(lightning)#/media/File:Upperatmoslight1.jpg

Fenômenos da atmosfera superior: Elf (termosfera), Sprite (mesosfera), Blue Jet (Jato azul – estratosfera) e lightning (raios – troposfera).

Fonte

APOD: A Dark Earth with a Red Sprite – créditos: ISS, Expedition 31 CrewNASA

._._.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

error: Esse blog é protegido!