«

»

dez 07

Cygnus: a Nebulosa Crescente e a Nebulosa Bolha de Sabão capturadas por Ivan Eder

http://apod.nasa.gov/apod/image/1512/ngc6888_soap_eder_m.jpg

Cygnus: a Nebulosa Crescente e a Bolha de Sabão capturadas por Ivan Eder

Nuvens de gás e poeira vagueiam através de ricos campos estelares ao longo do plano da nossa galáxia Via Láctea, na direção da constelação do Cisne (Cygnus).

Capturadas dentro do mesmo campo de visão telescópico aqui se apresentam a Nebulosa da Bolha de Sabão (Soap Bubble) na parte inferior à esquerda e a NGC 6888 –  Nebulosa Crescente (Crescent Nebula), acima e à direita.

Ambas são nebulosas planetárias, que foram formadas por estrelas moribundas, em suas fases finais, mas por mecanismos bem diferenciados.

A Nebulosa Crescente, conhecida formalmente como NGC 6888, foi esculpida pela WR 136, a massiva e brilhante estrela de Wolf-Rayet no centro da nebulosa, a qual expulsou suas camadas externas através de seus violentos ventos estelares. Processando prodigiosamente seu combustível nuclear, a estrela WR 136 está próxima do fim de sua curta vida que deve culminar em uma espetacular explosão de supernova.

Menos tumultuada é a situação da recentemente descoberta Nebulosa da Bolha de Sabão, uma nebulosa planetária típica, criada pelo últimos suspiros de uma estrela de massa mediana, de vida relativamente longa e similar ao nosso Sol, a qual também expeliu suas camadas externas antes de se tornar uma anã branca.

Embora as duas nebulosas residam a 5.000 anos luz de nós, a Nebulosa Crescente é muito maior com cerca de 25 anos luz de diâmetro.

Fonte

APOD: Cygnus: Bubble and Crescent – crédito da imagem ©: Ivan Eder

._._.

 

1 menção

  1. NGC 6888: a Nebulosa Crescente por Michael Miller e Jimmy Walker » O Universo - Eternos Aprendizes

    […] WR 136 está expulsando suas camadas externas gerando um fortíssimo vento estelar, ejetando para o […]

Deixe uma resposta

error: Esse blog é protegido!