«

»

nov 13

Os ‘girinos’ cósmicos na nebulosa IC 410 por Steven Coates

http://apod.nasa.gov/apod/image/1511/ic410tadpoles_coates.jpg

A nebulosa de emissão IC 410 por Steven Coates

Este telescópico close-up mostra a esmaecida nebulosa de emissão IC 410. A imagem também destaca dois habitantes notáveis da lagoa cósmica de gás e poeira, abaixo e à direita do centro do quadro: os ‘girinos’ da IC 410.

Parcialmente obscurecida pela poeira cósmica em primeiro plano, a própria nebulosa rodeia o NGC 1893, um aglomerado galáctico jovem de estrelas.

Formadas dentro da nuvem interestelar há uns meros 4 milhões de anos, as intensamente quentes e brilhantes estrelas do aglomerado energizam o gás brilhante. Composta de gás mais denso mais frio e poeira, os ‘girinos’ têm cerca de 10 anos-luz de comprimento e são regiões prováveis de formação de estrelas em andamento. Esculpida pelos ventos e pela radiação emanados das estrelas do aglomerado, suas ‘cabeças’ são delineadas por cristas brilhantes de gás ionizado, enquanto suas ‘caudas’ se estendem para longe da região central do aglomerado.

A nebulosa IC 410 reside a cerca de 10.000 anos-luz de distância da Terra, na direção da constelação rica em nebulosas denominada Auriga.

Fonte

APOD: The Tadpoles of IC 410 – crédito©: Steven Coates

._._.

1 menção

  1. Nebulosas e aglomerados em Aurigae (Cocheiro) por Fritz Helmut Hemmerich » O Universo - Eternos Aprendizes

    […] contrapartida, a nebulosa IC 410 (no topo, à direita) está significativamente mais distante de nós, a 12.000 anos […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

error: Esse blog é protegido!