«

»

out 26

Caronte e as pequenas luas de Plutão: Styx Nix Kerberos e Hydra

Como são as aparências das 5 luas de Plutão?

http://apod.nasa.gov/apod/image/1510/PlutoMoons_NewHorizons_1080.jpg

Caronte e as 4 pequenas luas de Plutão

Há onze anos, apenas a maior das luas de Plutão (Caronte) era efetivamente conhecida pelos astrônomos. Caronte foi descoberta por James Christy em 22 de junho de 1978.

Desde então, à medida que a espaçonave robótica New Horizons foi preparada e lançada, outras 4 luas foram identificadas a partir de imagens do telescópio espacial Hubble, aparecendo tão somente como pontos de luz.

Finalmente, em julho de 2015, a New Horizons realizou um voo rasante por Plutão, fotografando tanto Plutão quanto Caronte em alto nível de detalhes. Na passagem, New Horizons capturou as melhores imagens possíveis das 4 pequenas luas StyxNixKerberosHydra.

Caronte é muito maior que as demais luas de Plutão, com um diâmetro de 1.212 quilômetros. Nix e Hydra têm tamanhos comparáveis (40 quilômetros de diâmetro), em suas dimensões mais largas. Kerberos e Styx são bem menores, com diâmetros entre 10 e 12 quilômetros, também medidos na maior de suas dimensões. Todas as 4 luas têm formatos alongados, o que é uma característica típica dos pequenos corpos que habitam o Cinturão de Kuiper.

Essa imagem composta em destaque mostra os resultados das observações da missão New Horizons. Cada uma das quatro pequenas luas apresenta um formato específico distinto, mas suas características e complexidades permanecem ainda desconhecidas. Embora as luas não tenham sido resolvidas satisfatoriamente nessas tomadas, essas são as melhores imagens que permanecerão disponíveis para a humanidade por bastante tempo. Essas luas são pequenas e distantes demais para serem resolvidas pelos telescópios terrestres e espaciais disponíveis e não há nenhum plano para o envio de novas missões ao sistema de Plutão no futuro próximo.

Fontes

NASA Photojournal: PIA20033: Family Portrait of Pluto’s Moons 

APOD: Charon and the Small Moons of Pluto – Créditos: NASAJohns Hopkins U. APLSwRI

._._.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

error: Esse blog é protegido!